Com “volta” de Ariel, Adilson Batista faz mistério para pegar o Boa

Postado em 03/03/2020 14:21

Além do volante Jean, que já esteve na Toca da Raposa na manhã desta terça-feira, o Cruzeiro também teve outra novidade na atividade. O volante Ariel Cabral também se apresentou ao clube e voltou aos treinos.

Ele, que aceitou ser incluído na política de readequação salarial do clube mineiro, ficará à disposição do técnico Adilson Batista. Nesta terça, Ariel fez trabalhos físicos na academia. Em função do longo tempo sem treinar com o elenco, a tendência é de que ele precise de alguns dias de trabalho para ficar à disposição de Adilson Batista.

Com contrato vigente até o fim deste ano e devidamente registrado no BID, ele precisa apenas de condição física para estar nos jogos. Com um alto salário estabelecido na última renovação, Ariel Cabral, no início do ano, até aceitou a repactuação para ter vencimentos no teto estabelecido para a temporada, mas queria renovar o vínculo por mais um ano – até o fim de 2021. A situação não foi aceita pela diretoria.

Em meio a este cenário, Cabral foi liberado pelo clube para ir à Argentina na tentativa de buscar alternativas no mercado, para poder deixar a Raposa. Sem propostas concretas, se reapresentou no dia 4 de fevereiro e, depois de duas reuniões com a diretoria, recebeu licença de 30 dias para resolver problemas pessoais em seu país natal. O período se encerraria no fim da semana, mas o retorno dele foi antecipado.

No Cruzeiro desde 2015, Ariel tem 176 jogos e quatro gols marcados pelo clube. O retorno dele é importante, já que o atual grupo de Adilson tem poucos volantes: Filipe Machado, Jadsom, Pedro Bicalho e Adriano. Jean, que pertence ao Palmeiras, tem negociações adiantadas e deve ser oficializado como reforço nos próximos dias.

O técnico Adilson Batista fechou completamente a atividade na Toca da Raposa e fez mistério quanto ao time que entra em campo contra o Boa Esporte, nesta quarta-feira, às 21h30, em Varginha, pela segunda fase da Copa do Brasil. Empate leva a decisão para os pênaltis. Quem vencer, passa de fase.

Uma mudança deverá ocorrer. A volta de Edilson, suspenso contra o Uberlândia, na lateral direita. A tendência é que Arthur permaneça na defesa, e o time continue atuando com três volantes. O provável Cruzeiro: Fábio; Edilson, Arthur, Léo e João Lucas; Filipe Machado, Jadsom e Pedro Bicalho; Maurício, Everton Felipe e Marcelo Moreno. O volante Edu, expulso contra o São Raimundo-RR, na primeira fase, está fora do jogo.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!