Calculadora na mão: Cruzeiro precisa de mais de 50% de aproveitamento para não correr risco de queda

Postado em 02/10/2019 12:18

É hora de o torcedor do Cruzeiro fazer as contas no Campeonato Brasileiro. E a calculadora, desta vez, será utilizada para ver o que o time precisa fazer para evitar o inédito rebaixamento à Série B.

No Brasileirão disputado por 20 equipes, uma campanha de 45 pontos é considerada segura para manutenção na elite. Desde 2006, quando a competição começou a ser disputada com esse número de times, apenas o Coritiba, em 2009, foi rebaixado com essa pontuação. Naquele ano, o Fluminense chegou a ter 99% de risco de queda, mas emendou uma arrancada e escapou. Fato esse que fez subir o “sarrafo” contra a degola.

Tendo em vista esse cenário, o Cruzeiro precisará conquistar 26 dos 48 pontos em disputa até o fim do Brasileirão. Isso corresponde a um aproveitamento de 54% nas 16 rodadas restantes no torneio. Para se ter uma ideia, esse percentual de desempenho é o que o São Paulo, atual sétimo colocado, tem na competição.

Vale lembrar, no entanto, que equipes já somaram menos que 45 pontos e evitaram o rebaixamento. O pior desempenho de um sobrevivente na Série A foi o do Palmeiras, em 2014, que somou 40 pontos e ficou em 16°.

De acordo com o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais, uma equipe que somar 45 pontos em 2019 tem 0,074% de chance de queda. A possibilidade de rebaixamento só fica totalmente zerada com 49 pontos.

A cada rodada, o Cruzeiro vê aumentar as possibilidades de rebaixamento. Ainda de acordo com os cálculos do Departamento de Matemática da UFMG, depois da derrota por 1 a 0 para o Goiás, a Raposa alcançou 62,5% de chance de queda. Apenas a Chapecoense e o Avaí estão mais ameaçados. O CSA, mesmo estando uma posição atrás do time mineiro, tem 60,5%.

O Cruzeiro não vence há cinco rodadas no Campeonato Brasileiro e está na zona de rebaixamento, em 17º lugar, com 19 pontos. Abel Braga é o terceiro treinador do time neste Brasileirão. Mano Menezes e Rogério Ceni também trabalharam na equipe.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com