Publicidade

Em jogo atrasado do Brasileiro, Atlético perde para o Atlético-PR jogando em BH

Postado em 18/11/2020 21:13

Com um time todo desfigurado devido a um surto de Covid, o Atlético, líder do Campeonato Brasileiro, foi presa para o Athletico-PR, nesta quarta-feira (18), no Mineirão, em jogo atrasado da sexta rodada. O Galo tinha um jogo a menos com relação à maioria dos adversários e via o duelo como chance de se desgrudar na ponta da tabela. Não foi o que aconteceu: derrota amarga por 2 a 0.

Com o revés, o primeiro em 11 partidas dentro de seus domínios na competição, a equipe mineira segue com 38 pontos, dois a mais que Internacional, São Paulo e Flamengo, que somam 36 cada um (a equipe paulista, no entanto, tem três partidas a menos que o Atlético).

Os últimos dias foram de muita apreensão na Cidade do Galo, depois que muitos profissionais testaram positivo para o novo coronavírus. Embora todos estejam assintomáticos, vão precisar cumprir quarentena para ter condições de voltar. São oito atletas infectados (Gabriel, Victor, Savinho, Guga, Réver, Allan, Allan Franco e Vargas), além do técnico Jorge Sampaoli e de outros membros da comissão técnica.

O Atlético já sabia que teria outros três desfalques: Junior Alonso e Savarino, que estavam servindo a seleção de seus países, e Mariano, machucado. Guilherme Arana, que estava com a seleção brasileira, voltou a tempo para o jogo desta noite.

A equipe foi dirigida pelo treinador do time de transição, Leandro Zago. Com tantos desfalques, o interino precisou apelar para a base, como o caso do lateral Talison, do time sub-20. O banco de reservas teve outros dez garotos.

Um forte temporal passou pela Pampulha no primeiro tempo da partida. Sem muita inspiração, o Atlético pouco conseguiu produzir. Aos 34, num apagão da defesa, o Furacão abriu o placar, com Christian. A equipe mineira seguiu irreconhecível e, após mais uma falha de marcação, Nikão ampliou o marcador, aos 45 min.

O Atlético precisava descontar o prejuízo na segunda etapa e Zago promoveu algumas mudanças, colocando o já rodado Nathan e garotos Calebe, além do colombiano Borrero, de 18 anos. O time pouco produziu para ameaçar, ao menos, um empate. E se não posse o goleiro Everson, a derrota alvinegra poderia ter sido pior. 

O time paranaense venceu pela terceira rodada seguida no Brasileirão, chegou aos 22 pontos, mas segue na zona de rebaixamento, na 17ª posição. 

FICHA TÉCNICA

Atlético 0 x 2 Athletico-PR

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Brasileiro (jogo adiadoO
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Dyorgines José Padovani de Andrade (ES)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Katiuscia Berger Mendonça (ES)
VAR: José Claudio Rocha Filho (SP)
Gols: Christian e Nikão (CAP)
Cartões amarelos: Richard (CAP); Keno e Bueno (CAM)

Atlético
Everson; Bueno, Talison, Igor Rabello e Arana; Jair, Hyoran (Nathan), Zaracho (Calebe), Marrony (Borrero), Keno e Sasha. Técnico: Leandro Zago

Athlético-PR
Santos; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard (Wellington), Christian, Canesin (Léo Cittadini), Nikão (Fabinho), Reinaldo (Zé Ivaldo) e Kayzer (Bissoli). Técnico: Paulo Autuori

 

 

Fonte: Terra.com.br

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!