Publicidade

Atlético pode voltar a jogar no Independência.

Postado em 22/12/2020 12:10

De 2012 a 2019, o Atlético mandou a maioria dos seus jogos em Belo Horizonte no Independência. Em 2020, o clube definiu o Mineirão como sua casa e parou a atuar como mandante no Horto. A tendência é que siga assim em 2021, mas, com a nova diretoria, isso ainda não está definido.

Sérgio Coelho, presidente eleito para o triênio 2021/23, mencionou que, durante a sua gestão, o clube fará um “estudo de viabilidade” a cada jogo, com a tendência de escolher o estádio que tiver capacidade compatível com o público esperado.

Advertisement

“Até sair a Arena (MRV), a casa do Galo é o Mineirão e também o Independência. Vou explicar: nós precisamos de passar a fazer o estudo de viabilidade. Se tiver um jogo do Atlético que vai ter pouca torcida, num Campeonato Mineiro e num sábado de carnaval, por exemplo, vamos fazer as contas e, de repente, aquele jogo cabe jogar no Independência. Jogos importantes, de torcida grande, Mineirão. Vamos fazer de um em um”.

Apesar de deixar em aberto a possibilidade de o clube voltar a alternar entre os dois estádios, Sérgio Coelho destacou sua preferência pelo Gigante da Pampulha.

“Minha prioridade, minha vontade, sempre foi ver o Atlético jogar no Mineirão. O Atlético, no Independência, que foi muito importante também, limita muito o número de torcedores, e em certo momento a gente fica até com dó, porque é tanta gente querendo ir, e uma quantidade muito resumida de ingressos deixa uns prestigiados, outros não. A nossa proposta de trabalho é abrir espaço pra todos assistirem, e isso tem que ser no Mineirão. O Independência não comporta jogo grande do Atlético”.

A resposta inicial de Sérgio Coelho refletia sobre a questão com base em “condições normais”, ou seja, portões abertos à torcida. Neste momento de pandemia, porém, os jogos estão sendo disputados sem público, o que faz com que, numa análise meramente financeira, o Independência seja mais viável.

Ainda não há nenhuma previsão de retorno de torcida aos estádios no Brasil e, até por isso, a tendência é que boa parte de 2021, no mínimo, ainda tenha jogos com portões fechados. Nesse caso, qual é a preferência da nova diretoria? Sérgio Coelho admite que ainda não há uma definição, mas volta a citar uma tendência de que o clube siga mandando seus jogos na Pampulha.

“Eu não sei responder qual vai ser nossa decisão. Vou passar a dar uma olhada nisso com mais carinho. Vi que nosso adversário mineiro mudou de estádio por questão de economia. Foi o que se noticiou. Vamos dar uma olhada se vale a pena ou não vale a pena o Atlético mudar. Mas, a princípio, acho que vamos continuar no Mineirão” – concluiu.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!