Publicidade

América arranca empate no fim e decide vaga na Copa do Brasil na próxima semana

Postado em 17/09/2020 12:09

BANNER FUTEBOL AGOSTO 2020

A Ponte Preta caminhava para levar a vantagem do empate no jogo da volta contra o América, pela quarta fase da Copa do Brasil, mas a “lei do ex” apareceu nos acréscimos para deixar tudo em aberto. A Macaca chegou a ficar duas vezes na frente do placar, mas Felipe Azevedo, com passagem marcante pelo Majestoso entre 2015 e 2016, marcou aos 46 minutos do segundo tempo e decretou o empate por 2 a 2 na noite desta quarta-feira, no Estádio Moisés Lucarelli. Moisés e Matheus Peixoto, um em cada tempo, fizeram os gols da Ponte. Pelo Coelho, Marcelo Toscano também foi às redes.

Com o resultado em Campinas, quem ganhar na próxima terça-feira, às 21h30, no Independência, avança às oitavas de final. Em caso de nova igualdade, a definição da vaga vai para os pênaltis. A classificação vale R$ 2,6 milhões.

Antes do reencontro na próxima terça, os times, ambos com 17 pontos e dentro do G-4, têm compromissos pela Série B do Brasileiro. Novamente no Majestoso, a Ponte vai enfrentar o Operário, às 19h de sábado. Também no sábado, mas às 16h30, o América recebe o Figueirense.

Um gol da Ponte no começo e um do América no fim. Mas um domínio territorial do Coelho durante boa parte do primeiro tempo. Ainda que a Macaca tenha saído na frente aos cinco minutos, em jogadaça de Bruno Rodrigues para Moisés, o time mineiro já tinha assustado com João Paulo e manteve a intensidade mesmo em desvantagem. A Ponte era sufocada na saída de bola e não conseguia construir, nem aproveitar os contra-ataques, mas mostrava concentração na defesa, que sumiu depois que o clima esquentou entre os jogadores. Foi de uma falha de Guilherme Lazaroni que nasceu o empate – merecido – do América-MG, com Toscano, aos 43. Alê ainda quase virou, mas Ivan fez milagre no Majestoso.

Brigatti já voltou com três mudanças para tentar mudar o cenário do jogo: Bruno Reis, Ernandes e Luan Dias. A Ponte se reorganizou em campo e também contou com a queda de ritmo do América. O jogo ficou mais amarrado e cadenciado, mas com uma iniciativa maior da Macaca, que voltou à frente do placar novamente em uma jogada área. Peixoto fez o pivô, desviou para Bruno Rodrigues e correu para receber o cruzamento na área e desviar de cabeça, aos 29 minutos. A partida seguiu sem grandes emoções até os 46, quando Felipe Azevedo aproveitou trama entre Neto Berola e Vitão para deixar tudo igual. Vitão ainda teve a chance de fazer o terceiro e parou em defesa de Ivan, que falhou no segundo gol do Coelho.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!