Atlético perde jogando em casa para a Chapecoense no Brasileirão 2019

Postado em 30/10/2019 20:52

Atlético-MG foi surpreendido pela Chapecoense, nesta quarta-feira, e saiu de campo derrotado por 2 a 0 em pleno Independência. Com direito a pênalti desperdiçado e gol anulado, o Galo sofre o segundo revés seguido no Brasileirão.

Com o resultado, o Atlético-MG estaciona nos 35 pontos e cai para a 13ª colocação. Já a Chape chega aos 21 pontos, mas ainda se mantém na vice-lanterna na zona do rebaixamento.

Na próxima rodada, o Galo visita o Fortaleza no Castelão em jogo de seis pontos, neste sábado, às 17h. Enquanto isso, os catarinenses recebem o São Paulo na Arena Condá, também no sábado, mas às 21h.

O jogo começou a todo vapor no Independência, e quem abriu o placar foram os visitantes. Logo aos quatro minutos, Bruno Pacheco cobrou falta com perigo, e o goleiro Cleiton colocou para escanteio. No tiro de canto, Henrique Almeida subiu mais que a zaga para colocar a Chape em vantagem.

O time catarinense quase conseguiu ampliar na sequência, com Roberto, mas depois disso quem teve as melhores chances de gol foi o Atlético-MG. Os comandados de Mancini reclamaram de um possível pênalti, aos 10, mas após checagem do VAR, o árbitro Diego Pombo Lopez mandou seguir.

O Galo mantinha quase 70% de posse de bola, rodava a bola no ataque, mas sentia falta do último passe para decidir as boas chances. Quando ele entrou, na bola de Luan para Nathan, o meia atleticano mandou a bola na trave, aos 47.

Na volta para o segundo tempo, a Chape repetiu a dose da etapa inicial. Logo aos quatro minutos, Everaldo pegou a sobra depois de bate-rebate dentro da área e mandou para o fundo das redes, ampliando a vantagem.

Depois disso, o Galo reclamou de mais um pênalti, mas desta vez, o árbitro assinalou a marca da cal depois da checagem no vídeo. Na cobrança, entretanto, o goleiro Tiepo voou no canto direito para defender a batida de Di Santo.

Aos 29, o Galo até balançou as redes com Igor Rabello, mas a arbitragem anulou o gol. O zagueiro mandou para as redes após cobrança de escanteio, mas no começo da jogada deu um empurrão em Márcio Araújo. Depois de checar novamente o lance, Diego Pombo Lopez assinalou falta do atleticano.

Mesmo com mais sete minutos de acréscimo, o Atlético-MG não conseguiu voltar a criar boas chances e a Chape fechou a casinha para confirmar a vitória fora de casa.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 0 x 2 CHAPECOENSE

Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)

Data: 30 de outubro de 2019, quarta-feira

Horário: 19h30 (de Brasília)

Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA), Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Paulo Cesar Zanovolli (MG)

VAR: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

Cartões amarelos: Igor Rabello, Otero e Cazares (Atlético-MG); Roberto, Dalberto e Henrique Almeida (Chapecoense)

Gols: Henrique Almeida, aos 5 do 1ºT (Chapecoense) e Everaldo, aos 4 do 2ºT

ATLÉTICO-MG: Cleiton; Guga, Léo Silva (Cazares), Igor Rabello e Fábio Santos; Réver, Elias (Geuvânio), Luan, Nathan e Otero; Ricardo Oliveira (Di Santo)

Técnico: Vagner Mancini

CHAPECOENSE: Tiepo, Renato (Eduardo), Douglas, Maurício Ramos (Rafael Pereira) e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Roberto e Camilo; Dalberto, Henrique Almeida e Everaldo (Elicarlos)

Técnico: Marquinhos Santos

FONTE: ESPN.COM.BR

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com