Publicidade

Fenaert, Amirt, colunistas da CBN e O Antagonista também repudiam requerimento para quebra de sigilo da Jovem Pan

Postado em 03/08/2021 0:00

São Paulo – Assunto tem tido ampla repercussão em diversos meios de comunicação

pedido de quebra de sigilo bancário da Jovem Pan feito pelo gabinete do senador Renan Calheiros à CPI da Covid tem repercutido entre associações e colunistas de outros meios de comunicação. O tudoradio.com vem acompanhando o desenrolar desse assunto e, desde o início da manhã, novas declarações foram feitas em repúdio ao pedido contra a emissora.

No quadro Momento da Política (que vai ao ar pela Rede CBN, liderada pela CBN FM 90.5 de São Paulo e CBN FM 92.5 do Rio de Janeiro) o comentarista Merval Pereira disse que a CPI da Covid tem que tomar cuidado com o abuso de autoridade. Segundo ele, mesmo alinhada ao governo, a CPI não pode atacar a emissora sem explicação ou por ter uma pessoa que trabalha na rádio e estaria ligada ao governo. Pereira disse que a rádio pode ter sua opinião, ter sua linha editorial e não é possível que ela seja submetida a esse constrangimento, sendo um abuso de autoridade.

Advertisement

O jornalista Mário Sabino, do portal O Antagonista, também criticou o requerimento feito pelo senador Renan Calheiros. Segundo Sabino, “a mixórdia de Renan Calheiros e Humberto Costa é mal redigida e, pior, espantosamente desprovida de qualquer justificativa plausível”. Ele também ressaltou que “o fato de ser vilipendiado pelos bolsonaristas não me impede de verificar que a base legal para o pedido de quebra de sigilo bancário da Jovem Pan é nenhuma. Levantar o sigilo de um veículo de comunicação para tentar chegar a uma pessoa física é simplesmente absurdo”.

Notas de repúdio

Assim como já foi feito pela Abert, Abratel, Aesp e Acaert, associações como a Fenaert e a Amirt também repudiaram o requerimento de quebra de sigilo da Jovem Pan.

Segundo a Amirt, “tal atitude como atentado à liberdade de expressão. Além disso, compreende este requerimento como violação a direitos garantidos pela Constituição Brasileira. A entidade ainda destaca que os trabalhos da CPI da Covid-19 devem ser direcionados às investigações das ações do governo federal durante a pandemia, e não a intimidação de uma emissora que está no ar há quase 80 anos”.

Já a Fenaert ressaltou que “tal iniciativa, da quebra de sigilo bancário, partindo dos senadores da CPI da Pandemia, não tem embasamentos concretos que possam ser justificados de forma alguma. A CPI tem como objetivo apontar as falhas e eventuais omissões do governo federal no combate à pandemia do coronavírus no país e qualquer ameaça ao trabalho dos veículos de imprensa não será tolerada, pois trata-se de uma afronta a um dos principais direitos garantidos pela Constituição Federal, que é a liberdade de expressão.”

A Jovem Pan também se pronunciou sobre o caso, abrindo o seu sigilo financeiro e rebatendo as acusasões feitas no requerimento à CPI.

Jovem Pan se pronuncia sobre o requerimento da CPI da COVID apresentado por Renan Calheiros

Por: tudoradio.com

O post Fenaert, Amirt, colunistas da CBN e O Antagonista também repudiam requerimento para quebra de sigilo da Jovem Pan apareceu primeiro em Portal Amirt.

Postado originalmente por: Portal AMIRT

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!