Publicidade

Câmara de Divinópolis poderá gastar quase R$100.000,00 com lanches

Postado em 04/02/2020 23:41
Publicidade

A Câmara poderá desembolsar até R$93.218,00 com guloseimas durante as tardes de 2020. Foi esse o teto orçamentário autorizado em 2019.

No menu pago pelos contribuintes constam X-EGG, água com gás, biscoito de queijo, salada de fruta, sanduíche natural, pão de queijo, e bolos.

Um farto cardápio para os bem alimentados vereadores.

Advertisement

Polêmica

Apesar da previsão orçamentária, o presidente Rodrigo Kaboja (PSD) questionou a qualidade da comezaina.

De acordo com o parlamentar, alguns de seus colegas classificam o banquete da tarde como um “lixo“. Mas não citou nomes dos críticos insatisfeitos com o sabor da ceia.

Kaboja afirma que não costuma se alimentar na Câmara, e que o lanche da tarde é servido para todos 150 funcionários que trabalham na casa, e não somente aos vereadores.

Bastidores

Nos bastidores da Câmara, políticos entendem que o valor de quase R$100.000,00 pode repercutir negativamente em ano eleitoral no qual quase todos os atuais edis buscam reeleição.

Além do mais, o valor gasto nas mesmas refeições em 2019 foi de R$33.622,98. Ou seja, o aumento da previsão orçamentária quase triplicou sem justificativa convincente.

Diante do constrangimento, a Câmara poderá surpreender e até votar pelo corte definitivo do lanche da tarde.

É o mínimo que a população espera.

É sabido que esse gasto com alimentação não é a causa da quebradeira do município. Mas em tempos de crise todos devem fazer sacrifícios.

A regalia da Câmara pode parecer pequena, mas um cardápio tão vasto não é bem visto pela população pagadora de impostos.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!