Publicidade

Vereadores aprovam denuncia contra Galileu e elegem comissão para investigar prefeito

Postado em 18/06/2019 18:19

A Câmara Municipal de Divinópolis aprovou a admissibilidade da denuncia contra o prefeito Galileu Teixeira Machado. Foram 10 votos favoráveis e 6 votos contrários. Os parlamentares se posicionaram da mesma forma da última votação. A partir de agora o legislativo inicia o processo de apuração das denuncias.  

Os vereadores Carlos Eduardo Magalhães (suplente de Elton Tavares), Janete Aparecida, Ademir Silva, Nego do Buriti, Raimundo Nonato, Marcus Vinícius, Edson Souza, Matheus Costa, Roger Viegas e Delano Santiago se posicionaram a favor da investigação. Já os vereadores Eduardo Print Júnior, Cézar Tarzan, Zé Luiz da Farmácia, Adair Otaviano, Renato Ferreira e Josafá se posicionaram contrários. O presidente Rodrigo Kaboja não participa da votação.  

Logo após a denuncia ter sido aprovada o presidente deu inicio ao segundo passo que é a eleição da comissão. A eleição é feita por sorteio. Foram sorteados o líder do governo o vereador Eduardo Print Junior, o parlamentar Roger Viegas e o vereador Renato Ferreira. Os três ficarão responsáveis pela condução dos trabalhos que vai apurar as denuncias apresentadas na Câmara.

Advertisement

O Superior Tribunal Federal, por meio de uma decisão do Ministro Alexandre de Moraes, determinou que fosse feita novamente a votação da admissibilidade. Desta vez a maioria simples e não mais a maioria qualificada abriu a investigação. No rito do regimento interno a denuncia foi lida na integra na abertura da reunião ordinária. Foram cerca de quatro horas de leitura do processo até que a votação fosse aberta.

O prefeito Galileu Machado foi citado em negociação de cargos públicos, renuncia de receita na SETRANS e uso indevido do procurador do município. Ele terá dentro do processo de investigação o direito de fazer a defesa. Durante este período ele continua no cargo normalmente.

Reveja a entrevista com o autor da denuncia:

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!