Vereador critica economia: Cargos cortados na reforma não estão ocupados, mas proposta aumenta gratificações - Portal MPA

Publicidade

Vereador critica economia: Cargos cortados na reforma não estão ocupados, mas proposta aumenta gratificações

Postado em 14/01/2022 11:13

A primeira reunião Extraordinária de 2022 foi marcada por muita discussão. O prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo, solicitou ao Presidente da Câmara, Eduardo Print Júnior (PSDB), que projetos fossem votados com urgência. Na ordem do Dia, os parlamentares apreciaram 03 projetos de lei de autoria do Executivo Municipal, entre eles o da reforma administrativa.

O projeto que dispõe sobre a organização e estrutura administrativa do Poder Executivo do Município de Divinópolis, fixa princípios, normas e diretrizes de gestão, estrutura órgãos, atualiza o Anexo I, que dispõe sobre o Plano de Cargos e Salários dos Servidores do Poder Executivo do Município de Divinópolis entrou em pauta. Um dos princípios básicos do projeto é o corte de cargos reduzindo de 221 para 143 os cargos comissionados da prefeitura.

Apesar da redução de cargos os vereadores que são contrários ao projeto questionam a proposta de economia apresentada pela prefeitura. Segundo o vereador Flavio Marra (PATRI) os cargos que estão sendo extintos não estão ocupados, mas a reforma aumenta gratificações. Com isso tem servidor que terá aumento de salário. O vereador afirma que o salário de alguns cargos de confiança sairá de 12 mil para 17 mil reais.

Na reunião extraordinária o projeto não chegou a ser votado. Ele tem 12 emendas. Quando iniciou a discussão da primeira delas o vereador Hilton de Aguiar (MDB) pediu sobrestamento de 30 dias. A maioria do plenário acatou o pedido. Com o sobrestamento da emenda o projeto ficou prejudicado e não poder ser votado pelos vereadores. Durante entrevista ao Sistema MPA Flavio pediu diálogo. Segundo ele o executivo precisa conversar com o parlamento se quiser que a proposta seja aprovada.