Tolentino afirma que volta de coligações no processo eleitoral é um retrocesso - Portal MPA

Publicidade

Tolentino afirma que volta de coligações no processo eleitoral é um retrocesso

Postado em 17/08/2021 11:36

A Câmara dos Deputados aprovou o texto da reforma eleitoral que autoriza o retorno das coligações partidárias. O texto aprovado na comissão especial determinava o uso do “distritão” nas eleições de 2022, mas o Plenário retirou esse trecho. O “distritão” é um apelido para o sistema de eleição majoritário, segundo o qual apenas os mais votados são eleitos nos seus distritos.

O sistema majoritário é usado atualmente na escolha de cargos do Executivo como : presidente da República, governador e prefeito e também para senador. A ideia era estender a proposta para deputados federais, estaduais. Como parte do acordo para derrubar o “distritão”, o Plenário aprovou a volta das coligações partidárias para as eleições proporcionais deputados e vereadores a partir de 2022.

Para que isso ocorra, a PEC precisa ser aprovada no Senado e virar emenda constitucional antes do começo de outubro. O quadro Panorama exibido pelo programa Bom Dia Divinópolis fez criticas ao posicionamento do Congresso. Segundo Fabiano Tolentino a medida é um retrocesso, pois mantém a injustiça eleitoral e não trabalha a diminuição de siglas partidárias.

Advertisement

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!