Sem estrutura para fiscalizar obras públicas Divinópolis sofre com a falta de planejamento

Postado em 31/07/2018 15:40

Os gestores municipais tem até 2019 para implantar nas cidades os planos de mobilidade urbana. se os prazos não forem cumpridos o governo ficará impossibilitado de receber verbas federais. Devido ao grande índice populacional o projeto é considerado um dos principais desafios devido a falta de planejamento político.

Outro pronto que preocupa é a ineficiência da fiscalização um fator predominante na qualidade da execução das obras públicas. Para se ter uma ideia Divinópolis tem hoje apenas um fiscal para atender toda a cidade.

As obras executadas de forma incorreta podem gerar diversas consequências. Desde impactos físicos como comerciais. Portanto é importante a participação da população. As denuncias favorecem o processo e pode obrigar as empresas a terem responsabilidade na execução.

O programa Divinópolis em Debate teve a participação de Tamara Waleska arquiteta urbanista, Jordania Chagas do Conselho de Arquitetura e Urbanismo e também do Luiz Paulo Mendes do Clube de engenharia. O programa será reexibido no domingo as 19 horas.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics