Salários de funcionários das prefeituras podem ser atrasados devido a repasses do Estado

Postado em 30/10/2018 18:54

Prefeitos de 25 cidades da região foram convidados pela Amvi, para participar de uma reunião. Mais uma vez, o tema de discussão foi o repasse do governo do Estado, principalmente do ICMS e do Fundeb. A dívida do estado com  os municípios vinculados à Amvi é superior a R$ 209 milhões de reais.

A reunião foi na sede da Amvi. A discussão foi relativa ao atraso nos repasses do governo do estado. A Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Itapecerica é composta por 25 cidades. A dívida total do estado com esses municípios é de R$ 209.270.539,30.

Dos 25 prefeitos convidados, ao menos 15 estiveram presentes ou enviaram representantes. Alguns municípios já emitiram decreto de calamidade financeira. Divinópolis é maior cidade do centro oeste e a que tem mais a receber do estado, R$ 92.831.405,26.

Além de Divinópolis, outras cidades da região sofrem com os atrasos. Em São Gonçalo do Pará, a dívida é de R$ 3.190.952,88. Em Cláudio, o montante em atraso do governo do estado corresponde a R$ 7.207.705,63.

Já na cidade de Itapecerica, o prefeito teme até a possibilidade de suspensão de serviços. O atraso nos repasses pode comprometer serviços essenciais à população, como saúde e transporte escolar.

 

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com