Roger diz que projeto de redução de salários abre brechas para “corrupção”

Postado em 20/04/2020 11:46

O vereador Roger Viegas fez a defesa do seu posicionamento nesta manhã, 20 no programa Bom Divinópolis. Segundo o parlamentar a medida pode abrir brechas para “corrupção”. Ele citou que o funcionário no caso o assessor terá um salário maior que o parlamentar. Para ilustrar sua fala Roger fez alusão a popular “rachadinha”. O termo é usado em crimes de divisão de salários, quando o assessor repassa parte dos rendimentos para políticos.

O presidente Rodrigo Kaboja convocou uma extraordinária para quinta-feira dia 23 às 08 horas da manhã. O Projeto de Lei da mesa diretora estabelece 1 salário mínimo (R$1.045 ) de subsídio para os vereadores da próxima legislatura (2021-2024). Atualmente, o salário bruto de vereador é de R$ 12.177,65.  A expectativa é de que a proposta seja analisada em plenário sem nenhuma emenda parlamentar.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!