Região centro-oeste registra mais de 160 casos de Aids em 2019

Postado em 11/12/2019 15:38

Assim como uma tradição de cores acompanham os meses e nos abrem os olhos para algumas doenças, estamos diante Dezembro Vermelho. A data foi instituída no calendário para alertar a população sobre os riscos da Aids. Nós vamos conhecer hoje história de um jovem que descobriu ser soropositivo, o tratamento e como o acolhimento é tão importante.

Os registros dos casos de Aids no Brasil ainda tem assustado os órgãos de saúde nos últimos anos. Em 2018 foram 18,3 casos para cada 100 mil habitantes. Entre 1980 e junho do ano passado foram detectados 982.129 casos.

Teste rápido é capaz de identificar quatro infecções sexualmente transmissíveis. Ele pode ser feito gratuitamente em postos de saúde e no Centro de Testagem e Aconselhamento. (Reprodução/TV Candidés)

Fazer o teste rápido é realmente bem rápido. O processo dura menos de 30 minutos e além de identificar o HIV, a pessoa ainda pode verificar se há outras infecções sexualmente transmissíveis como sífilis, hepatites B e C entre outras. Assim que o diagnostico é feito o paciente precisa começar o tratamento imediatamente, principalmente para entender melhor sobre o vírus.

Conviver com o vírus hoje se tornou mais fácil. Com a evolução da medicina e dos medicamentos, a pessoa portadora consegue ter uma vida normal, sem nenhum tipo de limitação, porém o mais importante é conseguir vencer o preconceito.

Dentre esses casos confirmados no país, existem aquelas pessoas que mesmo depois do diagnóstico resolveram ajudar as outras, porque nada melhor do que diante de um problema, encontrar acolhimento. Assista a reportagem:

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!