Publicidade

Projeto que autoriza o município a contratar um empréstimo é aprovado na Câmara

Postado em 12/09/2019 18:45

Foi incluído nesta tarde, 12 na pauta da reunião ordinária da Câmara o projeto da prefeitura que pede autorização para o município contratar um empréstimo. Apesar dos protestos do vereador Edson Souza (MDB) que havia protocolado uma emenda à proposta na data de hoje, a inclusão foi aprovada pela maioria dos vereadores 10 votos favoráveis e 6 votos contrários.

Durante a discussão do projeto foi incluída a emenda do vereador Matheus Costa. A medida pedia a emissão de notas de empenho para uso do recurso. O líder do governo o vereador Eduardo Print Junior (SD) explicou que no caso específico deste tipo de empréstimo que pode ser contratado pelo Banco do Brasil ou a Caixa a nota de empenho pode atrasar o processo de liberação dos recursos. A emenda foi para votação e foi rejeitada por 12 votos contra e apenas 5 votos favoráveis.

Depois da rejeição da emenda as discussões sobre o projeto começaram. Os discursos foram acalorados. O vereador Edson Souza (MDB) chegou a passar mal no plenário. A reunião foi retomada após 15 minutos suspensa. O projeto foi para votação e foi aprovado por 11 votos favoráveis. Os parlamentares contrários à proposta já haviam deixado o plenário. A proposta do executivo é usar a lei aprovada pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais para ter acesso aos recursos.

A ideia do executivo é aplicar os recursos na pavimentação e recapeamento de ruas, além da execução de outros projetos. O projeto solicita autorização da Câmara para contratação de um empréstimo de 40 milhões de reais. O recurso que pode ser pago em até 60 meses. Um deles segundo o prefeito Galileu Machado é a construção do semi anel, ligando a região do bairro Terra Azul a BR 494 passando pela região do Hospital Regional.

Outra ação seria o recapeamento das principais ruas de Divinópolis que hoje recebem um fluxo grande de veículos, além da pavimentação de alguns trechos em bairros periféricos da cidade. A última proposta é a finalização de um prédio no Centro Administrativo para instalar a Secretaria de Trânsito no local. A medida ainda vai gerar economia com a eliminação do aluguel.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!