Prefeitura pretende cancelar empenhos para pagar o salário de novembro dos professores

Postado em 27/11/2018 15:28

Sem recursos para pagar o salário dos servidores o município de Divinópolis busca alternativas de aumento da receita. Um dos caminhos foi cancelar os empenhos. Desta forma a prefeitura pretende incluir os profissionais da educação municipal no pagamento da folha de novembro que será feito no início do próximo mês.

Retenção de IPVA e ICMS. Impostos constitucionais que pertencem aos municípios. Esta atitude do estado tem gerado diversas consequências, mas nenhum é tão grave quanto o atraso de repasse do FUNDEB. O recurso usado para quitar o salário dos servidores prejudica todo o setor que está em greve. O atraso com Divinópolis já atinge 15 milhões de reais

O decreto de emergência financeira reduz custos administrativos e pretende diminuir o valor pago na folha salarial. Em uma reunião com todos os cargos comissionados foi oficializado o corte em dezembro de 30% dos nomeados na prefeitura.

As medidas de contenção de gastos é uma forma de manter os serviços essenciais. Os médicos da UPA iniciaram a operação tartaruga. Com os salários atrasados eles não descartaram a possibilidade de paralisar as atividades. O município mantém o projeto de fazer a substituição da gestão da unidade de saúde.

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics