Publicidade

Polícia Federal e CGU cumprem mandados de busca e apreensão na Semusa e na UPA

Postado em 11/12/2020 18:46

O recolhimento de documentos por parte da Polícia Federal ocorreu durante a manhã, na sede da Secretaria Municipal de Saúde. A operação denominada entre amigos visa combater desvios de recursos públicos do hospital de campanha e unidade de pronto atendimento de Divinópolis, na região centro-oeste de minas gerais. O contrato ultrapassa R$ 100 milhões.

De acordo com a Polícia Federal, a investigação começou após denúncias sobre um “suposto sobrepreço na locação de ambulâncias para a unidade de pronto atendimento. Documentos foram analisados e enviados para a controladoria geral da união que passou a investigar desvios de recursos em contratações realizadas pela organização social, como ausência de divulgação dos editais, favorecimento de empresas, sobrepreço em aquisições, contratações desnecessárias ou com objetos genéricos de serviços de consultoria e assessoria fictícios ou sem comprovação de quantidade ou de resultados com “empresas de fachada”.

Segundo o secretario de saúde, não há nenhum favorecimento por parte da empresa que possui um contrato de cinco anos no valor de pouco mais de 100 milhões de reais.

Advertisement

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!