Para legalizar compra dos laboratórios prefeitura fez orçamento na empresa que a mãe do vencedor da licitação é proprietária - Portal MPA

Publicidade

Para legalizar compra dos laboratórios prefeitura fez orçamento na empresa que a mãe do vencedor da licitação é proprietária

Postado em 01/07/2022 10:54
Publicidade

 

A Prefeitura de Divinópolis gastou R$ 2.767.230,00 na compra de laboratórios de ciências e matemática através de um consórcio público do interior de São Paulo, o Cindesp, através da empresa Astral, da cidade de Curitiba e que pertence a Sérgio Araújo. Bem, entre dezenas de outras fornecedoras desse mesmo equipamento, aqui a proeza é pedir um orçamento à empresa Sírius, também de Curitiba e que, acredite, está registrada no nome da mãe de Sérgio Araújo, senhora Ana Araújo.

Com esse orçamento mais caro, a Prefeitura de Divinópolis, legalmente, pode aderir a ata do Cindesp. E olha que além das empresas pertencerem a mãe e filho, fica fácil identificar que havia algo estranho, afinal Astral e Sírius estão na mesma cidade, mesmo bairro e até se apresentam como empresas parceiras e dividem o mesmo site.

Basta uma rápida pesquisa na internet para descobrir as coincidências e também preços muito mais baixos. Confira só a compra feita pela Prefeitura de Paracambi, no Estado do Rio de Janeiro, em setembro do ano passado. A cidade carioca pagou R$ 19.500,00 pelo laboratório de Ciências. O que foi comprado pela Prefeitura de Divinópolis custou R$ 80 mil.

Na pesquisa feita pela internet também é possível encontrar os mesmos produtos ainda mais em conta. Em outra pesquisa feita pelo Sistema MPA, esses mesmos laboratórios custavam R$ 9.500,00 o de matemática e R$ 17.000,00 o de Ciências.

A Prefeitura de Divinópolis gastou R$ 2.767.230,00 na compra de laboratórios de ciências e matemática através de um consórcio público do interior de São Paulo, o Cindesp, através da empresa

 

Publicidade