Publicidade

Opinião: Ministro salva Lula para manter outros acusados presos, mas decisão pode trazer consequências.

Postado em 09/03/2021 9:44

Com a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, que anulou as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pela Operação Lava Jato, a ação de suspeição do então juiz federal Sergio Moro também se torna nula.

Apesar disso, medidas adotadas pelo então titular da 13ª Vara Criminal de Curitiba reveladas pelo vazamento de mensagens entre o magistrado e procuradores do Ministério Público Federal do Paraná devem continuar afetando os processos do tríplex do Guarujá (SP), do sítio de Atibaia (SP) e os outros dois relacionados ao Instituto Lula.

A decisão será julgada pelo colegiado do STF que vai validar a decisão monocrática ou não. O caso foi tema do quadro Panorama no programa Bom Dia Divinópolis. Segundo Fabiano Tolentino a decisão afeta a corrida presidencial em 2022 e pode trazer consequências para o país. Fabiano voltou a afirmar que é contra a decisão individual dos Ministros e portando discorda da decisão. Na participação semanal ele ainda falou sobre a aprovação do auxilio emergencial no Senado.

Advertisement

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!