Publicidade

OAB diz que não será omissa no caso da advogada acusada de facilitar entrada de celular em presídio

Postado em 22/01/2019 10:10

O caso envolvendo uma advogada de Divinópolis será acompanhado pela OAB. Ela é acusada de facilitar a entrada de um celular no presídio Floramar. Em entrevista os membros da nova diretoria da OAB na cidade disseram que a instituição não será omissa nestes casos.

A ocorrência segundo a Policia Militar foi registrada no dia 07 de janeiro. A advogada de 26 anos é acusa de entregar o aparelho para um detento. O rapaz estava com o aparelho quando foi abordado na cela e tinha recebido a visita da profissional pouco antes do ocorrido.

Durante uma entrevista ao programa Divinópolis em Debate da TV Candides a nova diretoria da OAB disse que a instituição a partir de agora vai se posicionar nestes casos. De acordo com a vice-presidente da instituição Ellen Adriane Mendes Lima zelar pelos bons profissionais é um dever da ordem. O caso será acompanhado pela subseção.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!