Publicidade

Especialista fala sobre relação COVID e Trombose e desmente mito de risco na vacinação

Postado em 19/08/2021 10:55

A infecção pela Covid-19 pode apresentar um maior risco para a formação de coágulos sanguíneos em pacientes com estado grave da doença. Este estudo explica a relação da Covid-19 com trombose. O levantamento mostra que 25% dos pacientes de internação apresentam embolia pulmonar ou trombose venosa.

Uma das possibilidades levantadas para surgimento da trombose nos casos de Covid-19 é que o perfil da pessoa infectada é um fator de risco. Como em pacientes com câncer, doença cardiovascular, pessoas com mobilidade reduzida e obesidade, por exemplo. O uso de anticoagulantes é uma das alternativas no tratamento das tromboses.

A trombose venosa é causada pela formação de coágulos de sangue no interior das veias profundas. Na maior parte das vezes, o trombo se forma na panturrilha, ou “batata” da perna, mas pode também se instalar nas coxas e, ocasionalmente, nos membros superiores, como no pulmão que gera a embolia pulmonar ou até mesmo em outros locais mais raros.

Advertisement

Já a trombose arterial acontece quando um coágulo de sangue bloqueia uma artéria. Acidentes Vasculares Cerebrais (AVCs) e infartos podem ser consequências de tromboses arteriais. Esta trombose costuma ser mais grave do que a venosa. A dica de especialistas é fazer a avaliação médica preventiva principalmente quem já teve a doença.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade