Publicidade

Entrevista exclusiva traz relatos de como a cidade de Brumadinho tem reagido ao desastre

Postado em 04/02/2019 16:02

A chuva atrasou um pouco as buscas em Brumadinho nesta segunda-feira, 04. O Corpo de Bombeiros teve de esperar ela cessar para começar os trabalhos. A corporação está usando máquinas pesadas para remover o mar de lama na busca por vítimas. Os militares acharam três corpos no local onde era o vestiário da Vale. Os profissionais acreditam que neste ponto outras vitimas possam ser encontradas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros as buscas no local da tragédia foram divididas em duas áreas: a zona quente, onde a lama ainda está mole e há risco para quem procura por vítimas, e a zona fria, onde a lama já secou. Como existe uma parte da lama que já está firme, as equipes de resgate estão usando máquinas para realizar o trabalho.

A cidade ainda está atordoada com o desastre. Além do trabalho incessante dos Bombeiros várias aeronaves ajudam no resgate. Em uma entrevista exclusiva ao Bom Dia Divinópolis desta segunda-feira o jornalista da Rádio Regional FM de Brumadinho contou com detalhes como a população está reagindo à situação.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!