Empresa fornecedora do Play Ball declara capital social 50% menor que a compra feita pela prefeitura de Divinópolis - Portal MPA

Publicidade

Empresa fornecedora do Play Ball declara capital social 50% menor que a compra feita pela prefeitura de Divinópolis

Postado em 05/07/2022 10:36
Publicidade

Além do superfaturamento a CPI da Educação aponta ilegalidade na adesão de uma das atas de preço públicos usadas na compra da secretaria municipal de educação. O novo fato foi apresentado no relatório preliminar do vereador Ademir Silva (MDB), autor da denuncia. Segundo o documento a ata estava vencida no momento da adesão: a vigência da ata era de 04/11/2020 a 03/11/2021, mas a assinatura da adesão ocorreu dia 29/11/2021 com publicação dia 09/12/2021.

A empresa Dom Park Industria e Comércio de Brinquedos para Parques e Diversos LTDA, foi a fornecedora do Play Ball para Divinópolis. Segundo o relatório do parlamentar não há declaração de vantajosidade da contratação. Durante as oitivas a gerente educacional da secretária assumiu que foi indicação dela a compra.

Em uma pesquisa no registro da empresa é possível ver que ela foi criada em 2020 há pouco mais de 2 anos. Na época a micro empresa declarou um capital social de 500 mil reais. Valor referente a menos de 50% da compra feita pela prefeitura de Divinópolis.

O site da Dom Park mostra que ela é especializada em atas online. Três estão disponíveis no momento. Inclusive uma delas oferece o brinquedo pelo menos preço adquirido pela prefeitura R$ 9.990,00. Durante entrevista ao programa Bom Dia Divinópolis o prefeito, Gleidson Azevedo (PSC), assumiu ao vivo que não teria coragem de pagar esse valor pelo brinquedo.

A ata online vigente pela empresa Dom Park diz que está disponível apenas 70 unidades do Play Ball. Um volume menor do que o adquirido pela prefeitura de Divinópolis, na compra de dezembro a Secretaria de Educação fez a compra de 129 unidades pelo valor total de totalizou R$ 1.128.710,00. Apesar de ter autorizado a compra a vice-prefeita, Janete Aparecida (PSC ) não soube explicar o valor pago pelo brinquedo.

 

Publicidade