Convênio firmado com ferrovia há 10 anos já custa cerca de 7 milhões de reais a prefeitura

Postado em 28/11/2018 8:00

Um convênio que persiste há 10 anos pode ter gerado um prejuízo gigantesco aos cofres públicos. A denuncia foi apresentada na reunião ordinária da Câmara nesta terça-feira, 27. O vereador Cesar Tarzan disse que é necessário fazer uma avaliação quanto ao caso, principalmente porque hoje o município enfrenta uma grave crise financeira.

Segundo dados apresentados pelo parlamentar em 2008 no governo Demétrius Pereira foi celebrado um convênio entre a prefeitura e a Ferrovia Centro Atlântica. No documento a empresa assumia a responsabilidade de construir o pórtico da Rua São Paulo. O monumento era alusivo ao centenário da cidade.

Em contrapartida a prefeitura assumiu o compromisso de contratar os funcionários que iriam trabalhar nas cancelas que ficam hoje nas passagens de níveis. O convênio tinha duração de cinco anos, mas em 2013 no governo Vladimir Azevedo foi assinado um protocolo de intenções prorrogando a parceria.

No levantamento feito pelo vereador e apresentado na Câmara, são 18 funcionários para operar 4 cancelas. O valor gasto mensalmente para pagar o salário dos servidores é de R$ 51,392,00 reais. São quase 700 mil reais por ano pagos pela prefeitura. O parlamentar ainda enfatizou que o beneficio é dado a uma empresa bilionária.

Os dados divulgados pelo vereador mostram um estudo da revista exame que traz os seguintes números: o faturamento da VLI em 2015 foi de 3,2 bilhões, em 2016 de 3,4 bilhões e em 2017 de 4,2 bilhões de reais. Cezar finaliza o discurso dizendo “É necessário ajudar quem precisa de ajuda”.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics