Publicidade

Consorcio de Saúde cobra compromisso do estado e afirma que o hospital público de Divinópolis é a solução para novos leitos

Postado em 19/02/2021 10:12

Nesta semana o hospital regional de Divinópolis voltou a ser foco de discussão. O Conselho Municipal de Saúde cobrou compromisso do governo de minas com a obra que está parada. Desde o inicio da pandemia o Conselho Municipal de Saúde tem cobrado a abertura de mais leitos em Divinópolis para aumentar a capacidade de atendimento da região.

O Hospital Regional Divino Espírito Santo é apontado como a estrutura mais adequada para isso. As obras do hospital estão paralisadas desde 2010. A estrutura tem capacidade de abertura imediata de 30 leitos de UTI e cerca de 100 de enfermaria. O consorcio Intermunicipal de Saúde da região Oeste manifestou interesse em assumir a gestão do espaço. Hoje o CIS-URG Oeste é responsável pela gestão do SAMU.

A conclusão das obras do hospital público regional, em Divinópolis, foi oficializada pelo governador Romeu Zema. Segundo o governador de minas o recurso utilizado para finalização da obra é proveniente da indenização da Vale. O acordo entre o estado e a empresa por causa da tragédia em Brumadinho foi formalizado recentemente, mas ainda não há sequer data para aplicação dos recursos.

Advertisement

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!