CIS-URG aguarda há mais de um ano uma resposta do estado sobre o protocolo para assumir gestão do Hospital

Postado em 06/12/2018 18:28

No fim do ano passado o CIS-URG enviou para o Governo de Minas o protocolo de intenção para assumir o Hospital Público. A ideia do protocolo era justamente assumir o custo com a empresa de segurança que na época era pago somente pela prefeitura de Divinópolis. Desde então o Consorcio aguarda o retorno.

A morosidade do estado para assinar o protocolo de intenção acabou proporcionando a rescisão de contrato com a empresa que fazia a segurança do espaço. Hoje são só funcionários da EMOP que vigiam a obra. Segundo o diretor executivo do CIS-URG Jose Marcio o documento foi aprovado pela procuradoria de Minas Gerais, mas mesmo assim o documento não foi oficializado pela atual gestão.

O Hospital está parado há mais de cinco anos. Segundo o Consorcio ele é um complemento importante da saúde pública. Hoje 80% dos atendimentos são de média complexidade e é nesta categoria a maior defasagem SUS no município. O Hospital em funcionamento poderia mudar a realidade. Hoje por exemplo, só o João XXII em Belo Horizonte tem condições de receber vitimas de queimaduras. Independente da distância os 54 municípios dependem da capital. O Hospital Regional poderia abraçar esta demanda.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics