Publicidade

Câmara de vereadores deve acionar o Ministério Público em relação a divergências nas provas da Emop

Postado em 10/02/2020 18:37

Ontem foi aplicada aqui em Divinópolis a prova da Emop. O concurso público visa preencher diversas vagas na empresa municipal que gere a obras públicas, no entanto, uma série de transtornos fez com que muitas pessoas não conseguissem fazer a prova, como erro nos locais e até nas provas.

As provas do concurso da Empresa Municipal de Obras Públicas, a Emop deu o que falar em Divinópolis. As avaliações foram aplicadas ontem, mas alguns participantes relataram que os portões foram fechados antes do prazo. Outros não sabiam da alteração do local. Foi o que aconteceu com o Hélio.

Cerca de sete mil pessoas se inscreveram. A estimativa feita pela vereadora Janete Aparecida, que recebeu diversas mensagens, aproximadamente 400 pessoas não conseguiram realizar a avaliação.

Os parlamentares pretendem formar uma comissão especial para investigar o que de fato houve. O caso também pode ser levado ao Ministério Público.

Procurada, Emop disse que aguarda um parecer da empresa responsável pelo concurso. Em relação aos locais de prova, a Ásectta disse que por causa do período de férias da rede municipal e estadual, não conseguiu, em tempo hábil, a confirmação junto aos diretores sobre a quantidade exata de salas e mesas para atender todos os candidatos.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!