Publicidade

Aumento de mais de 40% na conta de água deixa população de Divinópolis revoltada

Postado em 29/09/2021 8:00

O aumento da conta de água em Divinópolis se transformou em um pesadelo para muita gente. O reajuste médio foi 49%. Em alguns casos esse reflexo será de prejuízo. O assunto é tema de criticas e questionamentos em diversos bairros da cidade e também na Câmara Municipal de Divinópolis.

O Sistema MPA de Comunicação foi as ruas da cidade ouvir a população para mostrar o impacto da correção da tarifa na prática. O primeiro resultado já é impressionante. Será usado como exemplo um prédio comercial da cidade. O resultado do reajuste de mais de 40% gerou um aumento de mais de 4 mil reais no consumo final. A conta com vencimento no dia no 10 de setembro tinha o valor de R$ 15.000,95 já a conta com vencimento no dia 10 de outubro será de R$ 19.200,92.

Advertisement

Nos imóveis residenciais a situação não é diferente. Cerca de 300% esse foi o reajuste na conta de água, dos moradores do bairro Manoel Valinhas. Antes eles pagavam cerca de R$ 100,00, mas no mês de setembro a fatura ultrapassou quinhentos reais. Além do aumento da tarifa eles questionam também a troca do hidrante. Segundo eles a sensibilidade do relógio tem feito o consumo subir muito.

Veja a reportagem da TV Candides:

 

A Copasa foi autorizada pela Superintendência Regional de Meio Ambiente (Supram) a retomar os testes da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do rio Itapecerica, em Divinópolis. A obra encontra-se com 95% de suas estruturas finalizadas.  Capacidade da ETE é de tratar 93% do esgoto da cidade com quatro reatores que receberão 400 litros por segundo de efluentes. Mesmo sem estar operando a Agência Reguladora de Água e Esgoto autorizou a empresa aplicar a nova base de cálculo.

O aumento de 49% na conta de água dos consumidores de Divinópolis foi criticado, pelo vereador Ney Burguer (PSB). O índice é reflexo da unificação das tarifas aprovada pela Arsae. Na prática, a Agência extinguiu a tarifa de tratamento de esgoto e definiu uma única para o serviço, seja ele coleta ou tratamento. Essa nova tarifa representa o valor de 74% do valor pago pela água, inferior aos 100% atuais para quem tem o esgoto tratado. Entretanto, 49% superior para quem não tem o tratamento de esgoto. Em Divinópolis, 90% da população não conta com o tratamento e teve o reajuste autorizado.

Veja um trecho do pronunciamento do vereador:

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade