Após surto de pirogenia, Vigilância em Saúde investiga causa de mortes no HSJD

Postado em 15/10/2019 18:50

Depois de um surto de pirogenia e mortes registradas no setor de nefrologia do Hospital São João de Deus, a  Vigilância Sanitária de Divinópolis vistoriou a unidade hospitalar e solicitou a suspensão no uso de máquinas. A situação agora é considerada normal, mas as mortes que ocorreram na unidade hospitalar são investigadas para saber se foram causadas por bactérias presentes nos equipamentos que filtram o sangue.

A vigilância em saúde, durante visita de rotina observou que os pacientes da nefrologia, aqueles que são submetidos à hemodiálise apresentaram complicações causadas por pirogenia, uma reação causada no corpo quando há presença de bactérias.

Pelo menos 50 pacientes apresentaram os sintomas da pirogenia durante o procedimento de hemodiálise. Entre os sintomas, os pacientes apresentavam febre, aumento de pressão e calafrios. A vigilância em saúde acredita que a contaminação tenha ocorrido durante desinfecção dos dialisadores.

O Hospital São João de Deus foi comunicado pela vigilância sanitária e informou, recentemente, que faria readequações no setor de nefrologia, como troca do ar condicionado.

Pelo menos quatro mortes de pacientes que frequentavam a nefrologia estão sendo investigadas. A secretaria de saúde, por meio da vigilância sanitária justificou que é necessário pelo menos 30 dias para que o laudo comprove a causa das mortes.

O Hospital São João de Deus informou em nota que está seguindo os protocolos da vigilância em saúde. O laudo que atesta o motivo das mortes fica pronto no mês que vem.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!