Cantora Sinead O’Connor grava vídeo pedindo por ajuda: “Sofro de graves doenças mentais”

Postado em 09/08/2017 14:11

A cantora Sinead O’Connor afirmou que ela é “uma das milhões” vivendo com doença mental e lidando com pensamentos suicidas em um vídeo que ela postou no seu Facebook oficial enquanto estava em um motel em South Hackensack, na cidade de Nova Jersey, nos Estados Unidos.

O’Connor, uma cantora bem conhecida por sua versão da música “Nothing Compares 2 U” e por rasgar uma foto do Papa João Paulo II enquanto ao vivo no programa “Saturday Night Live“, disse que sofre de três doenças mentais. Ela postou o vídeo com muitos palavrões no dia 3 de agosto enquanto chorava na maioria da conversa. Ela disse que compartilhou isso para ajudar os outros.

“Espero que este vídeo seja de alguma forma útil”, disse ela. “Não é para mim, mas o fato de eu saber que eu sou apenas uma das milhões de milhões de milhões de pessoas que são como eu, que não têm necessariamente os recursos que tenho no meu coração ou na minha bolsa.”

Um funcionário da Travelodge disse na noite de segunda-feira que não tinha registro de O’Connor no motel.

Sinead disse no vídeo de 12 minutos que ela andou pelo mundo sozinha por dois anos como punição por estar mentalmente doente, irritada e com pensamentos suicida. Ela disse que a doença mental é como um vício e que não importa quem você é. “As pessoas que sofrem de doenças mentais são as pessoas mais vulneráveis da Terra”, disse O’Connor no vídeo. “Vocês precisam cuidar de nós. Não somos como os outros… de alguma forma”.

Os motéis da região passaram por um escrutínio policial no passado por tráfico de seres humanos. Em fevereiro, a polícia encontrou três garotas que haviam sido levadas para um motel de South Hackensack como prostitutas e detiveram um homem de Nova York com acusações de tráfico de pessoas.

Em seu vídeo, O’Connor pergunta a seus filhos na Irlanda por que é aceitável que sua mãe esteja morando em um motel. O’Connor também encorajou as pessoas a cuidar daqueles que sofrem com doenças mentais. “Não espere até que seja tarde demais”, disse ela. “Não importa se você já os abandonou, vá buscá-los”.

Facebook

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com