Russo suspeito de derrubar avião e matar 298 pessoas disse que não vai depor

Postado em 20/06/2019 7:20

O russo Igor Guirkin, conhecido como Strelkov, apontado como um dos quatro suspeitos de provocar a queda do avião da Malaysia Airlines no leste da Ucrânia em 2014, afirmou que não teve nenhuma responsabilidade nesses fatos e anunciou que não prestará depoimento.

“Não, não vou”, respondeu Guirkin à agência Interfax ao ser perguntado sobre se estava disposto a prestar depoimento diante da Justiça holandesa. A Equipe de Investigação Conjunta (JIT) responsabilizou três russos e um ucraniano pelo envolvimento na queda do voo HM17 e anunciou que todos serão julgados em 2020.

Guirkin, que foi ministro de Defesa da autoproclamada república popular de Donetsk, no leste da Ucrânia, ressaltou que as milícias não tiveram responsabilidade na queda do avião, derrubado com um míssil terra-ar Buk.

“Não quero nem comentar. Nem eu e nem outros milicianos tivemos nada a ver”, disse Guirkin sobre a queda da aeronave, que causou a morte de 298 pessoas. Um membro do entorno de Sergei Dubinski, outro suspeito, indicou que este também não comparecerá diante da Justiça pelo caso.

Fonte: R7

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com