Publicidade

Padre Fábio de Melo sai em defesa da união gay

Postado em 30/10/2020 10:10

O sacerdote falou sobre a união entre duas pessoas do mesmo sexo. Segundo o próprio padre, a união entre duas pessoas do mesmo sexo não tem que ser uma coisa religiosa. A igreja não pode decidir se é certo ou errado. Isso é uma questão que cabe ao Estado. Para o padre Fábio de Melo, ainda assim, isso vai de pessoa para pessoa.

Em uma live, o sacerdote comentou: “Em 2013, eu dei uma entrevista e fui execrado pela ala mais conservadora da Igreja Católica. A união entre duas pessoas do mesmo sexo não é uma questão religiosa, é uma questão civil. É um direito. Sempre considerei uma injustiça e não cabe a mim julgar, não cabe a mim impor regras religiosas ao outro. A questão é do Estado”.

Também na interação em sua rede social, o padre relembrou os seus momentos difíceis, em que pensou em suicídio: “Eu não desejo a ninguém passar o  que passei. Pensei em me matar várias vezes. Eu tive dois momentos que pensei em suicídio. Nesta época e quando tinha 18 anos. Fazia noviciado, em Jaguará do Sul, Santa Catarina. Durante um ano e meio, eu tive pensamentos obsessivos para morrer”

Padre Fábio de Melo reprodução instagram

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!