Publicidade

Padre de Tapejara é preso depois de cometer três assaltos em Passo Fundo

Postado em 03/03/2021 18:31

Este slideshow necessita de JavaScript.

Poucos dias antes de completar seu 18º mês de ordenação, o padre de Tapejara Elizeu Lisboa Moreira, 27 anos, surpreendeu a comunidade do norte do Estado ao cometer três assaltos em sequência em Passo Fundo na tarde desta terça-feira (2). O arrastão aconteceu no intervalo de uma hora, entre 17h e 18h. 

O sacerdote usou uma arma de brinquedo para levar mercadorias e dinheiro de um supermercado do bairro Lucas Araújo, em uma farmácia do bairro São Cristóvão e em outro supermercado no bairro Petrópolis — o último fica em frente à Delegacia de Pronto Atendimento de Passo Fundo (DPPA).

O padre de Tapejara foi preso na noite de terça-feira, dia 02, pela Brigada Militar . O padre foi identificado como Elizeu Lisboa Moreira, de 28 anos.

Advertisement

Por volta das 19h20 a Brigada Militar recebeu informações sobre três roubos a estabelecimentos comerciais cometidos momentos antes. Os crimes aconteceram em um mercado do bairro Lucas Araújo, uma Farmácia no Bairro São Cristóvão e um supermercado no bairro Petrópolis.

Com as características do suspeito os policiais abordaram, ainda em Passo Fundo, o veículo que ele conduzia. Moreira, padre em Tapejara, foi identificado e com ele as guarnições encontraram um simulacro de pistola e uma mochila com um boné vermelho utilizado nos roubos, além de R$ 655,00 e produtos alimentícios e de higiene subtraídos dos locais.

Segundo a polícia, os roubos aconteceram em dois mercados e uma farmácia. Todos os assaltos foram cometidos por um homem que tinha as mesmas características e conduzia o mesmo veículo.

A advogada Maura Leitzke informou que ele faz uso, desde o ano passado, de medicamentos psiquiátricos. Nas semanas anteriores ele teria interrompido, voluntariamente, o tratamento, o que, segundo a defensora, influenciou para que tivesse um surto psicótico.

Com o suspeito, a polícia encontrou uma pistola falsa e uma mochila com um boné vermelho, utilizado nos roubos, além de R$ 655 em dinheiro, produtos alimentícios e de higiene.

Elizeu recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia de polícia. O veículo foi apreendido, e pertence à Diocese de Passo Fundo.

A defesa entrou com pedido de relaxamento da prisão, anexando laudos médicos e alegando que ele não tem qualquer tipo de circunstância anterior que possa desabonar sua conduta.

Elizeu foi ordenado padre em agosto de 2019 e desde então trabalhava para a Igreja Católica. Não havia registro de antecedentes criminais.

O bispo da Arquidiocese de Passo Fundo, Dom Rodolfo Luis Weber informou que o padre será suspenso provisoriamente das funções até que os fatos estejam esclarecidos.

Informações: Rádio Uirapuru

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!