Publicidade

O segredo de enxergar no escuro veja dicas importantes

Postado em 28/11/2020 7:40

Segredos do Mundo

Você tem medo do escuro? A maioria das pessoas tem certo receio em ficar na completa escuridão por um curto ou logo período. Além disso, nossa aversão à escuridão também está enraizada em nossos olhos. Ou seja, somos criaturas diurnas ativas durante o dia, e nem mesmo os nossos ancestrais conseguiam enxergar bem no escuro. Ao contrário, eles buscavam abrigo e realizam suas tarefas enquanto o sol estava alto.

Dessa forma, a luz do dia é perfeita para os nossos olhos. Isso significa que possuímos uma vasta gama de células fotorreceptoras chamadas “células cone” ou “células cônicas” que nos permitem visualizar detalhes nítidos. Contudo, sem a luz do sol, os olhos são praticamente inúteis, mesmo possuindo tantas células cônicas.

Os olhos humanos levam várias horas para se adaptar totalmente à escuridão e atingir sua sensibilidade ideal às condições de pouca luz. Aliás, os ganhos mais rápidos na sensibilidade da visão são obtidos nos primeiros minutos após a exposição à escuridão. Por esse motivo, muitas pessoas pensam que, depois de apenas alguns minutos, seus olhos atingiram o pico de sensibilidade. Entretanto, após várias horas de exposição à escuridão, os olhos humanos continuam a ficar cada vez mais sensíveis, porém de forma gradativa.

Advertisement

Existem vários fatores que contribuem para que nossos olhos se adaptem à escuridão. Os três principais são a pupila, os cones e bastonetes. Em resumo, ao serem expostos à escuridão, nossas pupilas dilatam em questão de segundos, os cones se adaptam em 10 minutos e os bastonetes se adaptam completamente após várias horas.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!