fbpx
Pular para o conteúdo
  • Home
  • Planeta Diário
  • Intoxicação, resistência bacteriana: o que acontece se tomar remédio vencido?

Intoxicação, resistência bacteriana: o que acontece se tomar remédio vencido?

Image

Boa parte das pessoas possui uma farmácia caseira que é sempre útil na hora de alguns sintomas, como remédio para se livrar da dor de cabeça. Porém, na pressa de resolver esses incômodos, um detalhe pode ser ignorado: o prazo de validade do medicamento.

Até a data indicada na embalagem, o fabricante garante as suas características químicas, físicas e farmacológicas. Mas atenção: essa garantia só vale se você seguir corretamente as instruções de conservação do produto contidas na bula

De acordo com dados dos EUA, a cada ano, 50 mil crianças dão entrada no pronto-socorro por causas relacionadas ao uso de medicamentos sem a supervisão de um adulto. Em 2021, mais de 3.000 pontos de coleta de medicamentos vencidos e não vencidos foram implantados no Brasil. 53 toneladas de remédios deixaram de ser descartadas de forma inadequada


As especialistas consultadas afirmam que é sempre arriscado tomar um medicamento vencido porque não é possível saber qual seria o efeito para a pessoa que o utiliza, sobretudo entre aquelas que possuem doenças crônicas e fazem uso contínuo de outros remédios. Outra coisa a se pensar é que descuidar do prazo de validade das medicações resulta no aumento de demandas pelos serviços de saúde, além de prejuízos econômicos para os já limitados recursos financeiros do sistema de saúde

Embora nem a embalagem e nem o medicamento possam não apresentar sinais físicos de deterioração, alguns componentes de sua fórmula podem ter se degradado ou estar em processo de degradação. Nessas situações, uma substância química que antes tinha efeito terapêutico, pode se transformar em tóxica.

Entre os medicamentos de uso oral os efeitos são imprevisíveis. No entanto, náuseas, vômitos, lesões gástricas (e até úlceras) podem sinalizar um quadro de intoxicação. Mais raramente, pessoas alérgicas a determinado ingrediente da fórmula podem ter um choque anafilático. Ao se dar conta de que algum sintoma diferente apareceu após ter tomado um remédio vencido, procure o pronto-socorro. Leve consigo a embalagem do medicamento para que o profissional possa identificar as possíveis causas do mal-estar.


Uma das maiores preocupações dos profissionais da área da saúde é o mau uso ou o uso abusivo de antibióticos. A razão para isso é a resistência bacteriana, ou seja, esses medicamentos deixam de fazer efeito quando eles são realmente necessários

Tomar um antibiótico vencido pode impedir a eliminação total de uma infecção. Ela progride e as bactérias ficam mais resistentes ao remédio. Alguns antibióticos são comercializados no formato em pó (liofilizado), que é reconstituído com água após aberto. Essa suspensão oral se mantém estável por até 14 dias, desde que conservada na forma indicada pelo fabricante. Isso significa que o prazo indicado na caixa deve ser desconsiderado, e o reuso do antibiótico pode ter consequências indesejadas. Uma vez finalizado o tratamento com esse tipo de medicação, o melhor a ser feito é o descarte adequado do medicamento.