Publicidade

Homem aceita ser infectado por mais de 50 parasitas para desenvolvimento de vacina

Postado em 11/02/2021 7:30

Ação dos parasitas na pele do pesquisador
Reprodução/Twitter

O biólogo Jimmy Bernot, pesquisador do Museu Nacional de História Natural dos Estados Unidos, se ofereceu para ser infectado por 50 parasitas por um ano como parte de um estudo que tenta desenvolver uma vacina para prevenir a infecção por ancilostomídeos, vermes que se alimentam de sangue e vivem no intestino de mamíferos, incluindo gatos, cães e humanos.

O pesquisador foi infectado pelos parasitas após receber a vacina experimental. Os vermes penetraram em sua pele por meio de um pedaço de gaze colocado em seu pulso por 1 hora. Por cerca de 30 minutos, ele enfrentou a coceira provocada pela ação dos parasitas.

Segundo o pesquisador, a erupção dos vermes e sua resposta imunológica aumentaram durante a semana seguinte, assim como a coceira. Os exames de sangue mostraram que Bernot tem eosinofilia, uma resposta do sistema imunológico que entra em alerta máximo para parasitas. A erupção provocada pelos vermes desapareceu e retornou após 10 dias, o que, segundo o pesquisador, é normal na maioria das pessoas infectadas.

Advertisement

Os parasitas também sobem pela garganta do indivíduo contaminado, que pode apresentar tosse. Bernot precisou descrever todos os sintomas em cartões para o estudo clínico a dar uma amostra fecal a cada duas semanas para que a equipe pudesse verificar se tinha ovos de vermes.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!