fbpx
Pular para o conteúdo

Brasil está na 23ª posição em pesquisa sobre tamanho médio do pênis

Image

Uma pesquisa conduzida por estudiosos da Alemanha revelou o tamanho médio do pênis em diferentes países, colocando o Brasil na 23ª posição entre 90 nações analisadas. Publicado na revista científica Medical News Today, o estudo compilou dados de mais de 10 pesquisas recentes, proporcionando uma visão abrangente e atualizada sobre o assunto.

Surpreendentemente, o Equador lidera o ranking, com uma média impressionante de 17,6 centímetros, seguido de perto por Camarões e Bolívia. A análise minuciosa dos dados revelou que os homens equatorianos têm o maior órgão ereto, com uma média de 17,61 centímetros. O Brasil, por sua vez, apresenta uma média de 15 centímetros, superando países como Estados Unidos e Reino Unido, que registram médias de 13,5 cm e 13,1 cm, respectivamente.

Além disso, o estudo destaca uma tendência interessante: enquanto para encontros sexuais casuais há uma preferência por homens com pênis maiores, para relacionamentos de longo prazo, as preferências femininas podem variar. Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, sugerem que, nesse contexto, mulheres geralmente preferem homens com pênis menores.

Confira abaixo o Top 20 completo, revelando as médias de tamanho peniano em diferentes países, e observe como a diversidade cultural e geográfica influencia essa característica biológica masculina:

  1. Equador: 17,6 cm
  2. Camarões: 16,6 cm
  3. Bolívia: 16,51 cm
  4. Sudão: 16,45 cm
  5. Haiti: 16 cm
  6. Senegal: 15,9 cm
  7. Gâmbia: 15,8 cm
  8. Cuba: 15,84 cm
  9. Países Baixos: 15,84 cm
  10. Zâmbia: 15,77 cm
  11. França: 15,74 cm
  12. Angola: 15,72 cm
  13. Canadá: 15,72 cm
  14. Egito: 15,69 cm
  15. Zimbábue: 15,67 cm
  16. Georgia: 15,62 cm
  17. Paraguai: 15,51 cm
  18. Chade: 15,39 cm
  19. Itália: 15,34 cm
  20. República Centro-Africana: 15,31 cm

Em contraste, o Camboja, no sudeste asiático, fica em último lugar, com uma média de apenas 10,04 centímetros de ereção, mostrando a ampla variação observada globalmente. Este estudo oferece uma perspectiva intrigante sobre as diferenças no tamanho peniano ao redor do mundo e como isso pode influenciar as interações sociais e as preferências individuais.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x