Publicidade

As cinco maiores polêmicas da carreira de Eduardo Costa

Postado em 08/06/2020 10:18

Há anos, o nome do cantor sertanejo Eduardo Costa vem sendo associado a grandes polêmicas, das mais variadas formas. O artista, que já foi acusado de estelionato e de supostamente ter vazado fotos íntimas da ex namorada, Victoria Villarim, ameaçou, nessa semana, se retirar novamente das redes sociais, após nova confusão.

Desde 2018, quando declarou apoio público ao então Presidente da República Jair Bolsonaro, Eduardo vem experimentando a decadência de sua reputação e boicote por parte de seus fãs, principalmente na internet, onde o público não perdoa suas declarações impertinentes, como as de que ele já teria se relacionado com menores de idade.

Nas últimas semanas, o cantor deixou Leonardo constrangido durante a transmissão do show online “Cabaré em Casa”. Logo após o pedido de desculpas para os fãs, o intérprete de “Sapequinha” declarou publicamente que “seu trabalho é falar besteira” e anunciou uma nova versão do “Cabaré” com convidados especiais. Com um sucesso inegável em terras brasileiras e vendas extraordinárias, mas que vem sido ofuscado por seus posicionamentos errados, Eduardo Costa se consagra como uma das personalidades mais polêmicas do país.

Com base nisso, o Movimento Country separou 5 grandes polêmicas que marcaram a carreira do cantor. Confira abaixo:

1 – Eduardo Costa é acusado de vazar nudes de Victoria Villarim

Após o término do relacionamento com sua ex namorada, a bailaria Victoria Villarim, o cantor foi acusado pela própria de vazar fotos íntimas dela no Instagram. Segundo Victoria, ela foi hackeada na rede e suas fotos foram postadas publicamente pelo próprio Eduardo, que seria o único que teria acesso às imagens. O motivo, ainda segundo a bailarina, teria sido por vingança, já que ela tentava seguir um novo relacionamento, e o cantor ainda não havia superado.

Em resposta, Eduardo Costa gravou um vídeo ao lado dos familiares e de um padre, onde negou as acusações e afirmou ter passado o carnaval orando, ao contrário do que alegava sua ex namorada: “acho que ela está achando que fui eu que coloquei essas fotos lá. Estou aqui, com minha família, pai, primos. Estava até dormindo, acabei de acordar. Tem até um padre do meu lado, estamos passando os dias orando (…) jamais faria uma coisa dessas!”

2 – Eduardo Costa manda segurança bater em fã que assistia seu show

Em janeiro de 2019, enquanto fazia um show nos Estados Unidos, o cantor se irritou com uma briga na plateia e mandou o segurança intervir e bater no fã que, supostamente, estaria causando a confusão. Em um vídeo, que circulava freneticamente pelas redes na época, o artista mandava o segurança bater no rapaz, além de falar sobre a mulher que o acompanhava: “Tira ele de lá e dá uns tapas pra mim, por favor. Quer fazer graça? Vamos deixar ele fazer graça lá atrás. Esse tipo de gente tem que apanhar para aprender a beber (…) O cara com uma mulher gostosa igual essa, querendo brigar em festa. Isso deveria arrumar um homem”.

Após o caso circular negativamente pelo Brasil, o cantor chegou a se posicionar pelo ocorrido, não negando os fatos: “Está tendo uma ‘fofocaiada’ aí no Brasil, falando que eu mandei o segurança agredir o cara no show, e não é mentira não, é verdade! Tinha que bater mesmo. O show não é lugar de brigar,e é uma tristeza a gente ver pessoas que saem de casa despreparadas para poderem estar em ambientes que estão outras pessoas.”

3 – Eduardo Costa é acusado de estelionato e envolve o cantor Marrone na investigação

Em um contrato, firmado em 2015, sobre a venda de uma mansão do cantor na Pampulha, Eduardo Costa teria ocultado informações cruciais da propriedade. A negociação envolvia uma Ferrari, uma lancha, moto aquática e uma outra mansão do cantor, localizada em Capitólio (MG). Na negociação foi deixado bem claro que o imóvel estaria livre de impedimentos ilegais, no entanto, a mansão, avaliada em R$ 6 milhões, teria sido construída de forma irregular em um terreno que pertence à União.

Após a compra, os novos proprietários tentaram registrar o imóvel e foram notificados pelos órgãos públicos sobre a irregularidade, que solicitaram a demolição de parte da mansão, que ultrapassava os limites impostos. O sertanejo teria ocultado durante as negociações e causado prejuízo milionário para os compradores e, por isso, foi acusado de estelionato, podendo ser preso.

Além da confusão, o cantor Marrone foi convocado à depor após ele ter comprado a Ferrari que estava envolvida na negociação. Na ocasião, o cantor Marrone teria comprado a Ferrari por 1,1 milhão de reais, porém só 800 mil foram repassados por Eduardo Costa ao casal que comprara a mansão, deixando de repassar, pelo menos, 300 mil reais do valor vendido.

4 – Eduardo Costa diz que vai transar pensando no filho de Thaeme

Uma das maiores polêmicas de sua carreira ocorreram durante a live beneficente “Cabaré”, show online organizado por Eduardo Costa e Leonardo, para interação com seus fãs e arrecadação de fundos às vítimas de coronavírus no país. Após uma série de declarações importunas durante a transmissão, que deixaram Leonardo incomodado com sua postura, Eduardo fez uma fala infeliz sobre o filho da cantora sertaneja Thaeme: “Ô Thaeme, fiquei sabendo que você foi mãe, me chama para ver esse menino, sou louco para ver menino bonito. Porque a gente quando quer ser pai é louco para ver um menino bonito, e eu sei que você tem cara de rica, eu tenho cara de pobre, me leva pra eu ver seu menino. Aí na hora de trepada e lembro do seu menino bonito

O público, então, se revoltou contra  cantor e o insultou das mais variadas formas, devido às barbaridades faladas por ele no show. Após a repercussão, Leonardo resolveu não se apresentar mais ao lado do cantor e Eduardo Costa usou as redes sociais para mostrar seu arrependimento e, entre lágrimas, revelou que iria abandonar as redes e ameaçou até dar uma pausa em sua carreira. Segundo Thaeme, eles tiveram uma conversa por telefone e se acertaram quanto ao episódio.

5 – Eduardo Costa diz que Brumadinho cheira a morte

Em sua polêmica mais recente, o cantor sertanejo causou revolta aos moradores da cidade de Brumadinho (MG), na qual uma barragem de resíduos da Vale estourou no ano passado, causando centenas de mortes e desabrigando boa parte da população. Na ocasião, Eduardo Costa usou as redes sociais para compartilhar um vídeo falando sobre a cidade, que ele relatou “ter cheiro de corpo, cheirar a morte”.

A fala rapidamente circulou e gerou polêmica entre os fãs e moradores de Brumadinho, que não gostaram da declaração e acharam desrespeitosa com a dor das famílias que perderam vidas e bens na tragédia. A prefeitura da cidade chegou a divulgar uma nota de repúdio contra o cantor: “Sobre o vídeo de Eduardo Costa acerca de sua live ser gravada em Brumadinho, a prefeitura lamenta e repudia a infeliz colocação que fez o cantor ao se referir ao nosso município.” 

 

fonte: https://www.movimentocountry.com/5-polemicas-carreira-eduardo-costa/

Publicidade
Veja também
Noticias relevantes:
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!