fbpx
Pular para o conteúdo
  • Home
  • Planeta Diário
  • Após dois dias no IML, idoso levado morto a banco é enterrado sob forte comoção

Após dois dias no IML, idoso levado morto a banco é enterrado sob forte comoção

Após dois dias no IML, idoso levado morto a banco é enterrado sob forte comoção
Após dois dias no IML, idoso levado morto a banco é enterrado sob forte comoção Foto: reprodução

O corpo do idoso Paulo Roberto Braga, de 68 anos, levado por Erika de Souza Vieira Nunes a uma agência bancária na última terça-feira para fazer um empréstimo de R$ 17 mil, foi sepultado na manhã deste sábado, no Cemitério de Campo Grande, na Zona Oeste. Paulo foi velado na capela 1 do local, e a cerimônia durou cerca de 40 minutos. Depois, os parentes, que não quiseram conversar com a imprensa, seguiram em cortejo.

Durante o enterro, um pastor também fez orações para Erika, que está presa preventivamente. O corpo permaneceu por quase dois dias no Instituto Médico-Legal (IML), aguardando o envio de documentação de parentes para que fosse feito o enterro solicitado por seus familiares à prefeitura do Rio. A declaração de sepultamento foi assinada por uma sobrinha de Paulo Roberto, Ana Fátima. Cerca de 15 pessoas acompanharam o enterro.

Advogada de Erika, Ana Carla de Souza Corrêa afirmou que os parentes acreditam na inocência de Erika, que está presa preventivamente e está usando forte medicação para tratar uma depressão. Eles acreditam que isso tenha alguma influência no desenrolar da situação, mas descartam qualquer possibilidade de uma tentativa de golpe.

Uma investigação da 34ª DP (Bangu) busca esclarecer mais detalhes sobre o episódio.

Horas antes da morte

Imagens de câmeras de segurança mostram Érika andando pelo Shopping Real, em Bangu, com o idoso perto das 12h50. Ele chegou a ficar sozinho na cadeira de rodas por duas vezes, no meio do centro comercial. Perto da entrada do estabelecimento, ele parece estar orientado e levanta o braço esquerdo na direção da porta de vidro.

Ele mexe a cabeça e olha para um homem que passa pelo local e parece parar para falar com eles. Uma pessoa que não quis se identificar afirmou que conversou com uma funcionária de uma agência financeira e soube que o idoso estava com a aparência fraca, mas que chegou a tomar um café. A polícia afirma que Erika e Paulo teriam visitado três instituições financeiras em busca de crédito.

Após dois dias no IML, idoso levado morto a banco é enterrado sob forte comoção
Após dois dias no IML, idoso levado morto a banco é enterrado sob forte comoção Foto: reprodução

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x