Anitta admite que minimizou o racismo: “Achava que estavam se vitimizando”

Postado em 03/06/2020 16:26

 

Anitta realizou uma live em sua rede social do Instagram, onde conversou com as advogadas e militantes negras Silvia Souza e Juliana Souza para debater o racismo e o genocígio da juventude negra.

Durante a conversa, a cantora admitiu que por um tempo ela costumava minimizar o assunto, até que a sua bailarina Arielle Macedo começou a explicar as coisas. Em um trecho, ela diz que após começar a prestar atenção percebeu a importância de falar sobre o preconceito racial.

Eu não via que as pessoas faziam isso, até que comecei a me informar, a prestar atenção. A gente só para para ver quando dá atenção para o que a pessoa negra está falando para a gente“, falou. “Eu achava que estavam se vitimizando. Mas o racismo existe mesmo e, por isso, é importante falar“, completou.

A cantora também se emocionou ao lembrar dos comentários sobre ela ter duas bailarinas negras, como sendo apontada como “esperta”. “Eu fiquei hã? Eu coloquei porque elas são lindas e dançavam bem. Aprendi a dançar com elas. Na época, fiquei revoltadíssima. Eu ouvia esse tipo de comentário o tempo inteiro, e isso era horrível. Nunca falei para elas“.

No final, ela quis deixar uma mensagem pedindo para as pessoas procurarem se informar sobre o racismo. “Aprenda e se interesse porque existe sim. Por mais que você pense, ‘eu não sou preconceituoso’. Várias atitudes… eu aprendo a cada dia coisas que têm origem preconceituosa. Aprendo a não fazer

Confira o bate-papo:

 

Veja também
Publicidade
Noticias relevantes:
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!