UFSJ realiza simpósio de medicina tropical e destaca erradicação da filariose no país

Postado em 16/05/2019 18:02

Esta semana, a UFSJ realizou o primeiro simpósio de medicina tropical. Foram debatidas várias doenças comuns no Brasil e em destaque, o trabalho de um pesquisador divinopolitano, que dedicou 30 anos de estudos ao combate da filariose, doença que está próxima de ser erradicada no Brasil.

O primeiro simpósio de medicina tropical da UFSJ reuniu estudantes em dois dias de debates. Participaram consultores da Organização Mundial da Saúde. Entre as discussões, o combate às doenças comuns durante o período de calor no Brasil. O Gilberto é professor e pesquisador e foi um dos palestrantes. Ele compartilhou com os estudantes, os últimos 30 anos trabalho, dedicados à pesquisa para combater a filariose

A filariose é uma doença causada pela picada de um pernilongo chamado culex. Em casos avançados, pode evoluir para elefantíase, quando há um aumento nos volume das pernas e do saco escrotal. Durante os anos de pesquisa, o professor observou que áreas endêmicas do país, localizadas no interior do estado de Pernambuco não registraram casos de filariose.

Agora falta apenas a confirmação da OMS para que o Brasil entre no mapa de erradicação da filariose. Trabalho muito importante desenvolvido por um professor divinopolitano na área da pesquisa. Isso demonstra a importância de investimentos em recursos para aulas práticas e pesquisas. Com o anúncio de corte de verbas do Ministério da Educação, só a UFSJ pode deixar de receber até três milhões de reais.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com