Veja o diagnóstico dos leitos hospitalares em Divinópolis

Postado em 12/05/2020 14:29

Em tempos de pandemia é necessário conhecer os números que afetam o sistema de saúde. A semana epidemiológica é uma medida padrão nacional, e com o encerramento da semana nº 19, é possível conhecer a média de internação de pacientes nos hospitais, com quadro clínico suspeito de COVID19, desde a semana epidemiológica nº 15, quando a Média de pacientes suspeitos da doença em UTI na cidade de Divinópolis era 2,8. Já na semana 19, a média é 15,1. No setor aberto (com suspeita de coronavírus) era de 8,7 na semana 15. Já na semana 19 um total de 25 internados.

É notório o aumento da média do número de casos suspeitos de COVID19 internados nos hospitais de Divinópolis. Sabe-se que a doença avança no país e em nossa região, ainda possui circulação de outras doenças virais nesta época de outono e inverno, como por exemplo, a influenza H1N1, rinovírus, entre outros. A situação de internações nos hospitais do município esta sendo monitorada diariamente e reproduz esse estudo em números.  Leva-se em conta as vagas de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) dos quatro hospitais de Divinópolis e da UPA Padre Roberto. Trata-se de leitos ocupados por doenças diversas.

A média de ocupação no período  de 22 de abril a 11 de maio,  foi de 47%. Esta taxa tem se apresentado de forma satisfatória, devido ampliação de leitos de UTI que ocorreu no município, tanto na UPA Padre Roberto, como no Hospital São João de Deus. A suspensão das cirurgias eletivas em todos os hospitais também tem importância considerável na diminuição da ocupação de UTI’s.

Neste caso, desde a abertura do hospital de campanha na UPA Padre Roberto contabiliza agora 26 leitos de UTI para pacientes do SUS. O Hospital São João de Deus disponibilizou mais 20 leitos para atendimento de pacientes suspeitos de COVID19 na rede SUS. Desta forma o município passou a contar com 134 leitos de UTI, sendo 56 na assistência do SUS e 78 na assistência da saúde suplementar.

Desde o dia 27 de abril de 2020 a ocupação dos leitos de UTI passou a ser olhada separadamente, entre leitos de UTI na saúde suplementar e SUS. A ocupação dos leitos na saúde suplementar apresentam um aumento gradativo, com uma média de 44,7% neste período. Já a atenção ao SUS possui uma média de 50,5% de ocupação. Observa-se uma inversão, entre maior e menor, na taxa de ocupação entre leitos SUS e leitos da saúde suplementar. Relembrando que são 56 leitos na assistência do SUS e 78 na assistência da saúde suplementar

Na rede SUS o município é referência para os municípios de Divinópolis, Araújos, Cajuru, Itapecerica, São Gonçalo, São Sebastião do Oeste e Perdigão, atendendo uma população de aproximadamente 351.000 habitantes. Na rede suplementar, os leitos podem ser ocupados por habitantes de municípios da região que possuem convênios com os hospitais particulares de Divinópolis.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!