Santa Casa de Misericórdia de Carmo da Mata diz não ter profissionais e material para manter pacientes com Covid-19 - Portal MPA

Publicidade

Santa Casa de Misericórdia de Carmo da Mata diz não ter profissionais e material para manter pacientes com Covid-19

Postado em 29/03/2021 14:05

O vídeo gravado pelo vereador de Divinópolis, Diego Espino, na Santa Casa de Misericórdia de Carmo da Mata, alegando ser um hospital completamente vazio, teve grande repercussão. A Santa Casa e a prefeitura de Carmo da Mata se manifestaram explicando que trata-se de uma instituição filantrópica e possui recursos próprios. A prefeitura da cidade faz um repasse para manutenção de pronto atendimento de urgência e emergência.

Sobre a acusação da cidade contar com um hospital vazio, mesmo com os leitos de outros municípios estarem lotados, a explicação é que a estrutura física, a Santa Casa não possui aparelhagem, tampouco conta com quadro de profissionais suficientes para fazer atendimento de internação de pacientes com Covid-19. Para tal, além de respiradores, é preciso de um médico horizontal, ou seja, disponível para acompanhar pacientes intubados, por exemplo. Vale lembra que a Santa Casa não possui ar comprimido e oxigênio em rede, assim apenas as balas de oxigênio não suportam os respiradores. Diante da situação atual do hospital e da gravidade do que está acontecendo em nosso país, não há como manter um paciente com coronavírus apenas com o oxigênio de bala.

Na gravação, o parlamentar divinopolitano acusa o Município de ter um hospital vazio, enquanto, as outras cidades estão sem leitos. No entanto, apesar de filmar macas vazias, o vereador, não se atentou em pesquisar a situação daquela unidade hospitalar. Se houvesse a possibilidade de internar pacientes com Covid-19 a prioridade seria para os carmenses. O que não é possível e pode ser observado quando Carmo da Mata possui pacientes internados em outras cidades, vitimadas pelo coronavírus.

Carmo da Mata está na microrregião de saúde de Oliveira que, além dos dois municípios já citados, constam São Francisco de Paula, Santo Antônio do Amparo, Carmópolis de Minas e Passa Tempo. Para ajudar, o Município emprestou à Oliveira dois respiradores.

A Santa Casa, apesar de todos os problemas, consegue atender e estabilizar os pacientes, só não consegue manter internação, por isso também se dá a interpretação de que está vazio.

O deputado Cleitinho Azevedo esteve em Carmo da Mata e constatou que a situação não pode ser resolvida se não houver um amparo. Não tem especialidade clínica, nem é credenciada pelo SUS, forma pela qual é impossível receber pacientes.

View this post on Instagram

A post shared by Portal MPA (@portalmpa)

 

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
antes do if
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade