SAMU realiza curso para atendimento de vítimas de queimaduras

Postado em 12/12/2018 9:02

O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste Para Gerenciamento dos Serviços de Urgência e Emergência (CIS-URG Oeste), dando continuidade aos treinamentos que são propostos para as pessoas que trabalham no pré-hospitalar e aqueles que lidam com urgência e emergência no ambiente hospitalar, promove o 1º Seminário de Atendimento a Vítimas de Queimaduras para que esses profissionais sejam proficientes ao lidar com situações do tipo.

O evento será realizado nos dias 13 e 14 de dezembro, de 08 às 13 horas, no auditório vermelho da Faculdade Pitágoras, Campus Divinópolis. As palestras serão ministradas por profissionais qualificados, sendo eles; Izabela Figueiredo de Sousa Honorato, graduada em Enfermagem pela UFMG. Pós- graduada em Trauma, Emergência e Terapia Intensiva pela FCM-MG. Coordenadora de Enfermagem da Unidade de Tratamento de Queimados do HJXXIII-FHEMIG. Membro da Diretoria do Sociedade Brasileira de Queimadura – gestão 2017-2018. Eros Augusto Bueno Alvim, graduado em enfermagem pela UEMG, Estomaterapeuta pela UFMG. Dr. Rogério Barbieri Sichieri, formado pela UFTM Uberaba, Médico Cirurgião Cardiovascular pela SBCCV, Médico Intensivista pela AMIB, Mestre em Ciências Aplicadas À Saúde, UNIVAS Pouso Alegre.

Todas as 300 vagas disponibilizadas para cada dia do evento já foram preenchidas. No Brasil, estima-se que 2000 pessoas morrem por ano vítimas de queimaduras e outros dados obtidos em vários estudos as apontam como uma epidemiologia importante. Mesmo quando não levam a óbito, as  produzem grande sofrimento físico, requerem tratamentos que levam
meses ou anos. O intuito deste Seminário é mostrar a importância do tratamento adequado e mais ainda, quão importante é a prevenção. Em 2018, o SAMU Oeste fez 92 atendimentos de vítimas deste tipo de lesão.

O site do Ministério da Saúde traz a seguinte definição; Entende-se por queimaduras, lesões dos tecidos orgânicos produzidas por trauma de origem térmica e por várias outras etiologias como radiações, química e congeladuras. O que vai influenciar na gravidade do ferimento é a profundidade da queimadura, ou seja, o número de camadas da pele e do tecido subjacente, ou outras estruturas abaixo da pele, que foram atingidos.

A queimadura é o ambiente ideal para a instauração de uma infecção, como consequência do cometimento da pele, que é o órgão primordial para a defesa do organismo da entrada de germes. A infecção associa-se com diversos fatores de risco, principalmente relacionados com o agente infeccioso em si, como a sua capacidade de replicação, virulência e
resistência às barreiras de defesa naturais ou mesmo às terapias antimicrobianas, assim como a fatores relacionados com o hóspede em decorrência da sua idade, extensão e profundidade da queimadura, estado nutricional e doenças associadas, entre outros.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com