Prefeitura esclarece sobre a responsabilidade social durante a pandemia

Postado em 29/06/2020 19:30

A Prefeitura de Divinópolis realizou, nesta segunda-feira (29/06), uma live através do Instagram com a temática: “Responsabilidade social no Enfrentamento a Covid-19”. Participaram da transmissão o Secretário Municipal de Saúde, Amarildo Sousa e o Alexandre Silva, graduado em Enfermagem, especialista em saúde mental e Gestão Hospitalar, mestrado e doutorado em cuidados paliativos.

 

O objetivo foi elucidar sobre a taxa de contaminação, reiterar quais foram as medidas tomadas desde o início da pandemia como: a fiscalização de aglomerações, higienização de espaços público e as blitz educacionais.

 

Outra pauta foi a responsabilidade do poder público e dos cidadãos. Dentre a função do município está a de informar a situação acerca da situação dos casos, além de disponibilizar meios para combater o vírus, disseminando as medidas de prevenção ao contágio.

 

Qual a responsabilidade social perante a pandemia?

 

Alexandre e Amarildo colocam em questão a co-responsabilidade social, visto que fazemos parte de um coletivo que depende de todos os integrantes da sociedade. Em destaque a extrema necessidade que toda a população siga as medidas recomendadas pelos órgãos de saúde: realizar a higiene das mãos, com sabão neutro ou álcool em gel, respeitar o isolamento social, fazer o uso de máscaras, cobrindo a boca e nariz ao sair de sua residência e respeitar a determinações estabelecidas nos decretos vigentes.

 

Segundo o Secretário de Saúde, Amarildo Sousa, não é momento para confraternizações. “É muito desgastante para nossa equipe ter que se deslocar aos finais de semana para interromper festas, jogos de futebol e demais comemorações. É importante lembrar que para considerar que a pandemia está controlada precisamos que o índice de contaminação chegue em 0,8% para assegurar que estamos em desaceleração. Por isso, confraternizações, reuniões sociais devem ser evitadas a todo custo”, alerta ele. 

 

Já Alexandre ressalta a disparidade social existente entre os brasileiros, evidenciando a importância da responsabilidade social. “O comportamento social é um determinante fundamental para sabermos quais medidas devem ser tomadas sobre a abertura e fechamento de locais, baseada na taxa de infestação. Quando as pessoas falam que estamos no mesmo barco, infelizmente não é verdade, estamos apenas no mesmo mar. Enquanto algum navegam em luxuosas lanchas, outros estão em cima de uma porta. Temos várias pessoas que não possuem acesso ao serviço hospitalar e a capacidade de estar em um ambiente não público, causando um maior número de mortes em indivíduos de baixa renda”, conta ele.

 

Durante a transmissão os participantes responderam perguntas dos participantes. A próxima live será na quinta-feira (29/06), com a Diretora Presidente do Complexo de Saúde São João de Deus, Elis Regina, que vai falar sobre: assistência hospitalar em pandemia.

https://bit.ly/2BmbMRV

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!