Publicidade

Justiça mantém fechado prestadores de serviços em Nova Serrana

Postado em 22/04/2020 16:56

O Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), Wilson Almeida Benevides, tomou decisão desfavorável ao recurso interposto pelo Município de Nova Serrana que solicitava a flexibilização da ordem judicial proferida pelo Juiz Rodrigo Peres Pereira, Juiz de Direito da Comarca de Nova Serrana. A referida ordem judicial proibia a reabertura de alguns tipos de estabelecimentos de prestação de serviços, como autorizava o Decreto Municipal 030/2020, sob pena de multa diária de R$100 mil. 

 

Desta forma, continua proibido, de acordo com a Justiça, o funcionamento de academias, estúdios/clínicas de pilates e qualquer estabelecimento de serviços de atividades físicas, salões de beleza, barbearias, congêneres, restaurantes e lanchonetes abertos ao público.

DECISÃO AGRAVO SALÕES RESTAURANTES E ACADEMIAS

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!