Publicidade

Zema anuncia suspensão dos cortes de luz e água da tarifa social e outras medidas econômicas

Postado em 18/03/2021 19:20

 

O Governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou, nesta quinta-feira (18), uma série de medidas econômicas para ajudar famílias de baixa renda, empresários e municípios, no momento mais crítico da pandemia no Estado.

Advertisement

No pacote está a suspensão de cortes no fornecimento de água e luz de consumidores de baixa renda cadastrados no programa Tarifa Social. O atraso no pagamento das contas até o fim de maio não vai gerar cobrança de juros para este grupo, que poderá parcelar seus débitos posteriormente.

Já os comerciantes afetados pela onda roxa do Governo de Minas poderão parcelar suas contas de luz em até 12 vezes, e as de água em até 36 vezes. 

“Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) e Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais) não vão cortar a luz e a água dos consumidores da tarifa social. Para essas pessoas, o atraso nos pagamentos não vai gerar juros. Para as microempresas afetadas, a Cemig e Copasa vai parcelar os débitos, sem juros”, afirmou Zema.

Zema também anunciou que o Estado vai antecipar dois repasses de um acordo feito entre o Governo de Minas e a AMM (Associação Mineira de Municípios. Segundo o político, são mais de R$ 380 milhões repassados às cidades.

Ainda segundo Zema, para ajudar os empresários, o Governo de Minas enviou a ALMG uma proposta de Refiz, que garante às empresas que aderirem ao programa descontos de até 90% nos juros e multas de suas dívidas de ICMS. O parcelamento pode ser de até 84 vezes.

“Reforço também que o BDMG segue com oferta de crédito para vários setores, inclusive os mais afetados pela pandemia. Somente durante a pandemia, foram liberados quase R$ 1 bilhão para as micro e pequenas empresas”, disse Zema.

Por fim, o governador de Minas voltou a ressaltar que tem ciência das duras medidas da Onda Roxa, mas que ela é necessária. “Sei que a onda roxa é uma medida dura, mas ela é essencial nesse momento para salvar vidas. O Governo de Minas está fazendo”, finalizou.

 

 

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!