Publicidade

Como ocorreu com o jornalista Rodrigo Rodrigues, coronavírus pode causar danos cerebrais graves

Postado em 01/08/2020 18:41

Apresentador do Sportv Rodrigo Rodrigues é internado em UTI com covid-19. foto instagram

O jornalista e apresentador da Rede Globo e do canal a cabo SporTV Rodrigo Rodrigues, de 45 anos, morreu nesta terça-feira (28/7) após sofrer uma trombose venosa cerebral (TVC) decorrente da covid-19.

Com diagnóstico da doença confirmado há cerca de 15 dias, ele foi internado no sábado na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Unimed-Rio, no Rio de Janeiro, e passou por um procedimento cirúrgico para diminuição da pressão intracraniana.

Em nota oficial, o hospital informou que o paciente encontrava-se em estado grave e coma induzido, na UTI desde o domingo, e que na manhã desta terça-feira, após a realização de protocolo de avaliação, foi atestada a sua morte encefálica.

Complicação cerebral e coronavírus: qual a relação?

Inicialmente, acreditava-se que o novo coronavírus atacava apenas os pulmões e o aparelho respiratório. Porém, hoje já existem muitos indícios de que atinge também coração, vasos sanguíneos, nervos, rins e até a pele.

Mais recentemente, cientistas alertaram que o vírus ainda pode estar por trás de alguns danos cerebrais importantes, como tromboses – caso de Rodrigues – e acidente vascular cerebral (AVC).

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!