Conselheiros de Trump estimam 125 mil mortes no Brasil até agosto por COVID-19

Postado em 27/05/2020 10:54

Fonte: Metropoles

A partir de modelo estatístico, grupo de cientistas da Universidade de Washington sugere que país adote medidas mais restritivas à população

O Instituto para Métricas de Saúde e Avaliação (IHME, na sigla em inglês), ligado à Universidade de Washington, prevê que o Brasil alcançará 125 mil mortes no começo de agosto.

Os cientistas do centro de pesquisa estão entre os principais aconselhadores do presidente norte-americano, Donald Trump, e esse é o segundo modelo estatístico que projetam sobre a situação brasileira. No estudo anterior, eles tinham estimado cerca de 90 mil mortes para período. 

De acordo com o diretor do IHME, Christopher J. L. Murray, o Brasil precisa seguir o exemplo de Wuhan, na China, e o da Itália, Espanha e Nova York, impondo medidas restritivas à população a fim de tomar o controle da epidemia, que está avançando rapidamente.

Caso isso não aconteça, o instituto prevê que o volume de mortes siga em alta até o meio de julho. O modelo é calculado a partir das regras de distanciamento social, tendências de mobilidade e capacidade de testes, além das informações oficiais sobre casos confirmados e mortes divulgadas diariamente. As projeções mudam de acordo com alterações nessas políticas.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!